quarta-feira, 30 de abril de 2008

Fênix

De como corto os pulsos aos meus limites
para fazê-los sangrar até morrer.

Soundtrack: Massive Attack - Teardrop


Eu sou aquilo que o mundo não vê. Um rosário de brigas compradas, um calhamaço de papéis rabiscados com palavras inventadas, a mensagem na garrafa vagando ao sabor dos caprichos de um mar revolto. Eu sou o mar.

Minhas carnes já não convulsionam diante da dor. A dor é corrosiva, mas necessária – consome, mas alimenta; revolta, mas, por vezes, conforta; implode minhas forças e desatina meus sentidos, mas é da dor que nasce a beleza mais pura, a beleza inimaginável na qual me refugio, na qual busco a matéria de meus sonhos e anseios impronunciáveis, beleza diante da qual me prostro humilde e confessa de meus segredos.

O peso sobre meus ombros me faz cair de joelhos; feneço, me fragmento em incontáveis pedaços, me imolo em sacrifício na pira sagrada e imaginária de minhas verdades relativas – e me redescubro em meio às minhas próprias cinzas, maior, mais forte, mais urgente. Eu sou assim, fênix, meu ponto de partida e de chegada. E meus anseios todos me levam a respirar na superfície tempestuosa de mim mesma.

Eu sou assim, particulada e inteira, enigma e resposta, idas e vindas, vida que anda em círculos na linha reta traçada entre os vértices do infinito. Atemporal, adimensional, de imprecisão incalculavelmente exata. O olho do furacão, o desfiladeiro, o oásis, o estar, o buscar. E me perco em minhas entrelinhas, audaciosa e voluntariamente, leve e tênue, porque nelas sou também o meu reencontro.

34 comentários:

Paloma disse...

Flávia, isso aqui tá lindo demais! Eu adorei!! Dá vontade de ficar vendo e revendo, está leve e está forte. Tem vermelho, amarelo, lilás e laranja, todos em harmonia.Bonita casa para as suas palavras mais lindas aindas.

Antonio Ximenes disse...

Flavinha.

Tu és o campo de batalha e o porto seguro;

O fogo e a água;

A mão que afaga e esbofeteia;

O ódio intenso... e o amor singelo;

O asco insuportável... e a paixão lancinante;

Tu és... enfim... mulher.

Carmim disse...

Não te conheço pessoalmente, mas mentiria se dissesse que não criei uma imagem tua. E é essa imagem que me faz acreditar que és um daqueles seres humanos interessantíssimos que daria para descrever de mil maneiras diferentes... e infinitas...

Um beijo.

Jean Rocha disse...

Pois é assim mesmo...
Caímos e levantamos, ora nos deixamos consumir pelo fogo, ora somos o próprio balde de água gelada. Por vezes alteramos o vetor dos sacrifícios e direcionamos o peso do mundo para sobre nossos ombros, mas também somos capazes de friezas e indiferenças que, em vez de nos desumanizarem, muito antes ratificam nossa essência volátil.
Mas tudo isso é verdade e também é mentira, somos todos seres legíveis de cor e salteado, de ponta-cabeça ou defronte ao espelho. Somos ora firmes como árvore que resiste a séculos de tempestade, ora temos raízes frágeis como as de um solitário pé de flor. Somos a parte e o todo, continente e conteúdo. Somoms nada e somos tudo.

Abraços!!!

Jean Rocha disse...

Outra coisa:
Gostaria de relatar que meu servidor de URL simplesmente fechou as portas sem mais nem menos, e por isso o endereço do meu blog mudou para

http://34deverdade.890m.com/

(favor atualizar link)

Agradeço!!!

Fui... disse...

Amor da minha vida, muito obrigada de coração.
Bom, já te contei que o estranha acabou.
Não te esquecerei nunca!
Beijos

Auíri Au disse...

NOssa, li 2 vezes o texto de tão cativante...

lindas palavras
sinceras
reais


beijos

inutilia sapiens disse...

escutar teardrop é fazer amor...
gostei deste texto.
besos.

LindaRê disse...

Sinto-me exatamente assim na maioria dos meus dias!
Beijos

Ricardo Rayol disse...

você é um espetáculo

Bianca Rieth disse...

lindas palavras, tocantes, sincera, simples...lindas...

parabéns pela harmonia de escrever =)

beijos

Mila disse...

Hum... a cara mudou por aqui... hummm...
Quanto ao texto.... me vejo como num espelho... que tenho evitado olhar... Descobri... ou assumi... que parei de escrever para não registrar sombras da minha alma que são passageiras... e que não merecem ser lembradas...
Anda sumida la de casa... anda sumida em maninha... Sei que é o coração cheio e a cabeça nas nuvens... Seja sempre muito feliz!!!!!
Beijos Mila

janao disse...

sem comentários.
simplesmente A-MEI.

Ni ... disse...

Gostosa tua forma de escrever... Parab�ns!! Beijo

Flávia disse...

PALOMA,

Valeu, moça! Esse layout parece mais comigo... espero que dure mais que outros, rs. Beijo!

XIMENES,

Ai, que lindo... eu não sei se sou tudo isso... mas gostei de ser assim descrita por um poeta... beijo!

CARMIM,

Ah, linda... obrigada! Saiba que a admiração que lhe tenho é imensa... beijo!

JEAN,

Que servidor estranho esse teu, gaúcho. Atualizado o link. Beijo!

AURI, BIANCA, JANAO,

Obrigada, queridos. Beijo!

BRUNO,

Ai... nem fala, rs. Besos!

PALOMA,

RÊ,

então, flor... vc se parece um tantão comigo... beijo!

RAYOL,

sou não, querido... mas obrigada, viu? Beijo!

MILA,

Coração cheio, sim, Mi... mas de coisas com as quais eu nem sei o que fazer. Ô, vidinha louca essa minha... obrigada por tudo, desejo tudo de bom pra vc também... beijo!

Flávia disse...

NI,

Obrigada, moça. Seja sempre bem vinda! Tô passando pra te conhecer. Beijo!

Nathália disse...

Nem todos conseguem se redescobrir mais fortes em meio as próprias fraquezas. Acredito que este é um privilégio.

Ah, nem tem graça mais elogiar seus textos. Hunf. Hahaha.

E ó, esse layout é lindo. Mas eu era apaixonada pelo anterior.

Beijo!

Zé Luiz Sykacz disse...

Só um comentário (no caso, uma onomatopéia):

Clap, clap, clap... (isso são aplausos!)

Sem mais.

Beijos!

Flávia disse...

NATHÁLIA,

Rsrsrs... boba. Eu curtia aquele outro layou também, mas esse aqui, sei lá... é mais eu... assim, ma si claro e cor-de-rosa, rsrs. Beijo!

ZÉ,

Ó pra vc, Zé: =))))))))))))))
leia-se: a "onomatopéia gráfica" de um imeeeeenso sorriso, rs. Beijo!

Lorita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lorita disse...

Vc é intensa, assim como teus escritos. Vc é do Pará, por isso é tão temperada, é açaí com carne de sol e farinha! rs...

Bjm

C. disse...

que lindo, mulher!

maior, mais forte e mais urgente. é sempre assim, né?

Camilinha disse...

Noosaa... você é tanta coisa, assim?
você consegue existir dessa forma?

que invejazinha boa que senti: de ser mar, de ser fênix, de ser furacão...

Talvez, se eu voltar aqui mais vezes eu aprendo ser um tantinho parecida...quem sabe?!

beijos daqui...

P. disse...

:)
vc é tudo isso efetivamente,
e ainda a amiga-metade-minha que tanto amo.
a gente consegue conjugar esse verbo, como raros, na mais sincera forma possível.

que venham as marés contrárias, nossas raízes já estão espalhadas.

beijo, beijo, beijo... meus.

Kari disse...

Ai moçinha!!! Que coisa mais linda!
Mais sincera! Mais intensa!!!!

O melhor é poder ser e sentir-se tudo isso... LINDO!!!!

Beijão

Ane Talita disse...

Florrr

pessoas menos óbvias, neste mundo tão chato, são mais legais...E vc é uma delas!

saudades de passar por aqui com mais frequência...

beijão!

Anne disse...

Ahhh, Flavinha, que lindo isso! Eu posso ver daqui de longe tudo o que vc é e, sinceramente, não encontrei nada que não seja belo e precioso dentro desse seu coraçãozinho. Vc é tudo isso e muito mais, é um ser maravilhoso, repleto de sentimentos lindos e que eu ainda vou ter a honra de conhecer pessoalmente, pode escrever aí no caderninho rosa. Vc e Mila ainda vão ter que me aguentar pessoalmente (tadinhas)

Mana, a dor normalmente passa e muitas vezes ela é o começo de fases maravilhosas, quem sabe a vida traga a vc todo o amor e todo o bem que vc merece, afinal, não seria nada além daquilo que vc planta o tempo todo.

Lindinha, amo vc de montão, ontem, hj e sempre!
PS: Ainda não desisti das toalhas que estou bordando pra vc e Mila, é só falta de tempo mesmo...mas eu vou conseguir terminar...rs

Beijos, mana!

FERNANDO disse...

Bom, já havia lido este texto, mas faço agora minhas reverências de pés:

CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP!

BRAVO!

SOBERBO!

BRAVÍSSIMO!

Quem tem um dom, um talento não pode desperdiçar. E quem transpira esse talento, esse dom, como fazes, só pode dar em coisa muito boa! Trcendo por ti! Beijocas!

Tâmara disse...

Eh Fla...nessa de carregar tanto peso...arebentei a coluna...e por vezes acabei machucando os joelhos...chegaram a ficar em carne viva.So mesmo uma grande Fenix pra REnascer!

Flávia disse...

FERNANDO,

fofo! =)))

TAMARA,

Mas acho, linda, que toda mulher é meio assim. Mulher é feita pra parir a si mesma, incontáveis vezes ao longo da vida... beijo!

Oliver Pickwick disse...

"Eu sou assim, particulada e inteira, enigma e respostas..."

Há expressões que ressoam, ressoam, ressoam, a assumem dimensões do próprio texto.
Um beijo!

Si disse...

Você é TUDO!

Flores, muitas flores.

Heliarly disse...

Acertou no template Flá, Muito bom, o banner ficou legal também!
Abs mon.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,