sábado, 11 de outubro de 2008

(...)

"(...) Amor é com quem me deito e deixo
montar
minhas coxas em forma de forquilha
e onde
amor abre caminho pelas minhas
águas."

Olga Savary - Nome




Minha idéia fixa é gastar meus lábios na tua saliva. Desagregar o tempo e reinventá-lo contado sem pressa nos teus dedos, nas pausas da tua respiração, nos hiatos das nossas insensatezes cometidas em nome das urgências da carne e dos anseios do espírito. Vandalizar essa distância que nos separa e reduzi-la a míseras descontinuidades, vestir meu corpo com a tua pele e umedecer-me do teu suor inquieto, morder lentamente cada um dos teus desejos. Enlaçar tuas vontades entre as minhas pernas, sincronizar tuas pulsações com o ritmo dos meus instintos de fêmea. Beber da tua boca o gosto disrítmico e adocicado da tua entrega, te receber em mim e ser o universo onde repousas tua languidez, a paz que sobrevém ao caos da colisão entre as nossas delícias. Tripudiar sobre a lógica – é tão simples e óbvio ocuparmos o mesmo lugar no espaço, porque o mundo gira diferente na tua íris. Banir as solenidades vocabulares e dizer-me inteira a ti na linguagem dos meus impulsos, e me responda, como é que se diz eu te amo sem ser clichê?

As minhas reticências te gritam, indiscretas.



84 comentários:

CARLA ROCHA disse...

"O mundo gira diferente na tua íris" - e minha cabeça simplesmente já acolheu o Universo...

Beijão, bom final de semana!

Mariana disse...

TE Amo só é clichê quando é dito por qualquer boca para qualquer pessoa.

E acho que nao é o caso.

diga Te Amo - e só. É bom dizer... e ouvir 'eu também amo você'...


beijoca

Extase disse...

Sim, as tuas reticencias gritam indiscretas dentro de mim, me lavam ao caos, me fazem cair, mas não me levante mde deixe quieto.
Bora para chiquita?

Ciça. disse...

Ah, acho que te amo sempre é meio clichê.


:*

Daniel Salles disse...

"As minhas reticências te gritam, indiscretas"

Wow! Nessas a gente vê que o tal critico alemão não tinha muito jogo de cintura...rs!

Beijos!

Rodrigo Carreiro disse...

Adoro textos sexuais, eróticos, pornô e tudo que vai nessa linha. E concordo contigo: "como dizer eu te amo sem ser clichê?"

Zandali disse...

gritar nas reticências... eu perdi a voz! um amor para viver? ai, o meu anda tão dolorido!..
por que tanta intensidade escapando para o ar?!

estou meio assim assim...
dolorida! e não queria que as palavras fossem jogadas ao vento, queria que fossem aceitas. será que serão só pelos nossos leitores? mas, e quem as provoca?

dívidas, dúvidas, dúvidas...
enquanto isso, bomt e ler...
beijos na alma

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,linda

Lindo tudo o que escreves!
O amor,por mais que inovemos sempre termina com o clichê EU TEAMO!,nada o substitui,mas quem liga pra isso???

Beijo grande

*Raíssa disse...

Com certeza a sua forma de dizer eu te amo não é clichê! Mas ser clichê não importa, se for verdadeiro.

Amei o texto!

Beijos

Daniel disse...

Desculpe-me a falta de educação, mas não há como não dizer: "Caralho!", que lindo isso!!! Detalhe, li no sopro só ouvindo Summertime, da Janis... D+! Bjus e bfs.

http://so-pensando.blogspot.com

GUILHERME PIÃO disse...

Te amo, é palavras de momento...
Abraços

iara disse...

minha irmãzinha,
vc bem sabe o quanto te amo.
e adoro ler nas suas palavras as definições indizíveis dos meus mais secretos sonhos!
e como vc escreve bem!
bjs
iaiá

A Senhora disse...

Foi quase visual... E não sei porque, gostei das reticências... :)

Flávia disse...

CARLA,

bom final de semana pra vc, linda. Beijos!

MARI,

Sim, é bom dizer. Pra que guardar, né? Beijos!

DIEGO,

Tô lá mais tarde, sim. Beijos!

CIÇA, GUILHERME

Ué, pq? Beijos!

DANIEL,

hahaha, pois é... beijos!

RODRIGO,

hora de merchand: visite o http://textoaatres.blogspot.com - na minha opinião, um dos melhores do gênero. Depois venha me dizer o que achou. Beijos!

ZANDALI,

"Por que tanta intensidade escapando para o ar?"... boa pergunta. Entra para o rol das perguntas para as quais não tenho resposta... enquanto isso a gente vai, né? Beijos!

BRUNO,

Quem liga eu não sei, mas eu não ligo :D
Beijos!

RAÍSSA,

Obrigada, linda! Beijos!

DAN,

Uau, amo essa música! E relaxe, aqui as manifestações mais exaltadas são liberadas, hehe. Beijos!

IÁ,

É que vc é uma quase eu! \o/
Ok, mais sensata e menos temperamental do que eu, admito, rs. Eu te I love you, e vc também sabe, né? Beijos!

MI,

Pois saiba que as reticências são filhotes daquele continho seu! Achei que casava bem com a idéia que quis passar aqui. Que tal? Beijos :D

Tyr Quentalë disse...

Flah,
Seus dois últimos textos tem sido uma verdadeira tentação.
falar que ama alguém, jamais será clichê a não ser que ele seja dito da boca para fora, em momentos em que se dizer que se ama se torna igual ao "eu gosto de vc também, será que terei que repetir isso quantas vezes mais?"
Mas como você, eu gostaria de vencer as barreiras que a distância impõe que que a tão contragosto, trazer garras à alma e ao coração.
Teu texto mostra muito do que eu gostaria de superar em certo ponto, ou deveria dizer em vários pontos?
Beijos minha linda. Amo seus textos e a forma que vc nos envolve neles.

Márcia(clarinha) disse...

Não há clichê no verbo amar e muito menos idéia fixa de paixão no ato de beijar.
Delicia de quereres.

lindo dia flor
beijos

a clara menina Clara disse...

vou levar esse texto comigo, moça.
tuas reticências gritam e nos levam a um mundo tão real que chega a assustar.

talvez eu precise me entregar aos clichês.
gostei bastaaante daqui.

beijo!

Charlotte disse...

Como se ama sem ser clichê?

Belíssimo texto. Meus parabéns.

Beijos

Nadezhda disse...

Talvez seja possível, sem o uso das palavras e da fala ;)

Mai disse...

Oi Flávia.
Após suspirar....
Imagino que esse hóspede, em teu corpo diria: Não precisa dizer, mais nada....
Flá: Sabe-de-uma-coisa:) Este texto é tudo. É lindo! Lindo!
Carinho

Glau Ribeiro disse...

Flávia,

Vim agradecer sua visita no meu canto. E dizer que a recíproca é verdadeira, vem passear sempre porque gosto de visita boa. =]

Que texto perfeito, Flávia.

Você tem a doce mania de juntar palavras leves e deixá-las carregadas de sentimentos. Fico eu aqui, inquieta, imaginando e voando nessas tuas estórias. Gosto muito, moça! Muito mesmo.

"As minhas reticências te gritam, indiscretas" - Perfeito!

Beeeijo, meu!

João da Silva disse...

Nossa, que delícia de texto! A sinestesia é perfeita, pois que sorvi cada palavrinha sua, senti linhas e entrelinhas, vivi as metáforas, babei nas hipálages, excitei-me nas sinédoques, enfim, tudo quanto se possa esperar de um texto completo, vívido e vivido, escrito com a alma, prazerosamente.
Sem palavras para expressar minha admiração.
Beijos carinhosos, muitos deles!

João da Silva disse...

Posso linkar seu blog?
Beijinhos!

paula barros disse...

Flávio obrigada pela visita.
Muito diferente a forma de escrever. Falar do desejo, das vontades, do amor saindo do obvio.
Parabéns!

abraços

paula barros disse...

Desculpe, corrigindo, Flávia.

bom domingo!

Bandys disse...

Flavia,
Belíssimo texto.

Banir as solenidades vocabulares e dizer-me inteira a ti na linguagem dos meus impulsos..

Parabéns, menina!

Beijos

Paulo R Diesel disse...

Clichês pra que?
Pensar, dizer e assumir.
Amar é isso.
Lógico.

Patricia Daltro disse...

Falar de amor é sempre clichê, mas melhor sermos clichês vivenciando grandes paixões, que seguirmos originalmente sós. Percorri parte do seu blog, lendo e gostando muito do que lia.

Bill Falcão disse...

É uma bela idéia fixa!!
Bjooooooo!!!!!!!

Ca:mila disse...

Bonito
...

Flávia disse...

A TODOS,

Senti uns laivos de paixão rolando soltos por aqui... mas seja com reticências ou sem reticências, no fundo a gente tem que encarar o amor como bem disse o Diesel aí em cima: pensar dizer e assumir. Ser clichê é o de menos - triste, e frustrante, é passar em branco pelos amores que nos interceptam a vida. O que mais a gente leva dessa vida senão o quanto a gente amou, meu Deus?

Muito obrigada pelas visitas, pelos comentários, pelo carinho... bem vindos sempre, sempre.

Beijo nas testas e excelente domingão pra todo mundo!!

incriveiscarros disse...

simples assim:

Nota 10 pro blog !!!!!!!!!

Germano Xavier disse...

Flávia,

eu vou ser clichê agora e repetir o que a Tebet diz sempre.

Simplesmente um "puta texto".

Você vem escrevendo com a unha ultimamente. E nos presenteando.

Um carinho.
Continuemos...

primaverasdesetembro disse...

ai que lindo teu texto..menina, menina dá ond você tira esses lírios??..

não, vc não entndeu errado..eu moro em Belém..círio, arraial do pavulage...tÔ por essas bandas
=]


flores

Lari'Lissa Aisha disse...

Olá, gostei de mais do seu blog...
vc escreve muitissimo bem.


bj

RICARDO ® disse...

Lindo, leve, sensual, quente...
Calor e desejo ao ler tuas belas palavras...

Beijos, linda moça

Paula disse...

Oi, Flávia. Obrigada pela sua visita lá no blog. também achava que era a única mulher que atentava para os nomes de esmaltes. Por aqui, muita coisa linda de se ler e que nos faz sentir. Ah, Eu te amo não é clichê quando vem de dentro e com sentimento!

beijos,

Taynar disse...

hahahahah
Novamente, farei meus comentários via MSN.

O texto, nem preciso dizer que tá excelente, né??

Feliz Círio, Flá!!!
Beijões

Robson disse...

Flávia penso que esse clichê é inevitável de viver... pode soar lugar comum nas linhas, mas todos nos em algum momento,nos encontramos nesse lugar e naturalmente nos tornamos: Passionais, timidos, medrosos, corajosos, impulsivos, letárgicos, sem ar emfim...
Só nos tornamos clichês de baixa qualidade quando só escrevemos e não nos permitimos viver isso tudo com todos os riscos... e posso estar enganado, mas não acho ser esse o caso.
Beijo moça!
Ps: obrigado pelo "sorriso bonito" acho que ele foi captado na sua forma pura e feliz.

Thiago Gagante disse...

Eu voltei!
: )

Késia Maximiano disse...

O amor é mesmo clichê.. Mas quem se importa em ser clichê qndo se tem tanta coisa transbordando dentro de si..
Adoro o teu cantinho Flávia... Posso linkar???

Bjooooo

Edna Federico disse...

Não é clichê se for verdade, se vier do fundo, de dentro mesmo...
Beijo

Paula Calixto disse...

Sem ser clichê o "Eu te amo" não tem graça!

(;

Beijos.

Flávia disse...

INCRÍVEIS CARROS, AISHA

Muuuito obrigada, meninos. Bem vindos por aqui. Beijos!

GERMANO,

Querido, vc NUNCA é clichê. e sim, continuemos... beijos!

PRIMAVERASDESETEMBRO,

Olha, que coisa boa... mais uma blogueira belenense na atividade! Bem vinda por aqui, moça. Beijos!

RICARDO,

Beijos, moço bonito :D

PAULA,

Nossa, é cada nome... sempre fico me perguntando de onde sai aquilo tudo, rs. eu é que agradeço por vc ter passado por aqui, seja bem vinda. Beijos!

TAYNAR,

Garota, vc é terrível, rs... feliz Círio pra nós! Beijos!

ROBSON,

Sabe quando a gente decide assumir os riscos? Pois é - é esse o caso :D
Quanto ao sorriso, foi exatamente essa a impressão que me passou: um momento feliz, puramente feliz... Faz a gente querer sorrir junto. Beijos!

THIAGO,

Bem vindo de volta!! :D
Beijos!!

KÉSIA,

Claro que pode, moça! Muito obrigada pela visita e pela gentileza. Assim que me recuperar desse sono homérico que toma conta de mim agora, linko vc também. Beijos!

EDNA, PAULA,

Assino embaixo. Beijões :D

minicontosperversos disse...

"os melhores sonhos sempre recorrem, sempre imprevisíveis"

se´rá que inspirou tanto assim?

e de quem parece aquela prosa, CACETE?

Ceisa Martins disse...

Nossa...
E ponha um mundo de indiscreto nesse texto!

rs

beijos, Dra!

Mila disse...

Uiaaaa
Esta minha mana esta feroz!!!!
Garrinhas de fora??? Instintos vorazes??? Hummmm... hehehehehehehehe... Este lado Flavissima é sempre interessantíssimo... como todos os outros... hehehehe... fazer o que... sou tua fã minha mana queridissima!!!!
Saudadona de ti viu!!! Te amo de montão!!!
Beijos Mila

Bill disse...

Ainda sem palavras... desenhei no pensamento o encontro de duas almas...

Wowww.

Doce semana dona moça.

:*

Filipe Garcia disse...

Oi Flavinha,

é incrível sua forma de explorar todos os ângulos do amor. Dessa vez, mostrando a volúpia, a sinestesia, a carne e o toque, percebo que o amor sempre foi um grande clichê. Mas aos olhos dos outros. Dentro da gente, é tudo novidade, tudo se rega a flores e desejos desmedidos. É possível falar em amor sem falar em clichê: quando as palavras acompanham o que se passa dentro. Isso é originalidade, é tom de novidade em um âmbito restrito - o âmbito do nós-dois.

Sua pergunta me fez ir atrás de resposta. Seus escritos têm dessa mágica. Raridade, você.

Beijo.

Patty disse...

Acho que viver já é clichê e vem cá, adoro um clichê ainda mais se for de amor...hahaha

Ótimo texto, Flavinha, como sempre sua intensidade exala nas palavras.

Beijo e boa semana!

Patrícia Lage disse...

Um dia eu vou conseguir fazer com que as minhas reticências gritem assim. As tuas reticências gritam e...

Belíssimo é pouco para o texto!

Sem mais,
e beijo.

Sieger disse...

Uau, que lindo e quente!
Dizer te amo sem clichê... É só dizer do fundo do coração!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!



Obrigada minha querida pela visita e simpatia!



Vou linkar-te lá!


beijinhos e gostei muito do texto;)

Homero, O Tosco disse...

Em poucas palavras: Muito bem escrito!

Abraços.

Kari disse...

Acho que o "te amo" só é cliché quando não é verdadeiro...

Que lindo moça! Quanto desejo...

Beijão

Camila :) disse...

*---* q boom mesmoo

bejoo

Poisongirl disse...

O que são as reticências da Flávia?!Um escandâlo de amor...

Muito , mas muito bom , mesmo.

Zunnnn disse...

Sua vontade tá à tona!!!
rsss..
Como dizer te amo, sem clichê?

abraço

RitaCarolina Ellert disse...

Nooosa, que delícia de devaneios! Que delícia de texto!


Continue indiscreta e perigosamente maravilhosa!

Bjos

Daniel disse...

Tem texto meu no O Arroto. Bjus e boa semana.

http://so-pensando.blogspot.com

http://o-arrotoooo.blogspot.com

.Intense. disse...

Vc me chamou de 'bela' no Excesso Intenso e, eu vim ver onde vc se escondia, se revelava...e que bela surpresa, que coisa poética, simétrica, além de lindo seu blog, Flávia! lay lindissimo.

Obrigada pela visita e volte mais vezes...vc curtindo a intensidade daí, e eu curtindo sua simetria daqui...

;)

Bjo intenso!
;*

Gabriele Fidalgo disse...

Quanto sentimento! E é bonito assim; transbordando e alagando tudo.

Lindo lindo, Flavinha!

te linkei por lá também!

Beijos. :)

Flávia disse...

GUSTAVO,

minha, CACETE :D
Quanto a inspirar, sempre inspira... sonho bom é pra isso mesmo...

CEISA,

Ah, nem é tanto assim, rs...

MILA,

Just my imagination, rs. Amo vc também, irmã... saudades, muitas!

BILL,

Doce semana pra vc também, querido. :D

FILIPE,

É possível falar em amor sem falar em clichê: quando as palavras acompanham o que se passa dentro.
Se minhas perguntas te fazem ir atrás de respostas, e se essas respostas vierem sempre tão tocantes, farei isso sempre. Vc acaba de verbalizar o que eu nunca consegui dizer...

PATTY,

Haha, me too!

PATI,

É essa vida que anda fazendo cócegas nas minhas letras, amiga...

SIEGER,

Tipo na música do Chico: "vamos amar"...

E SE EU FOSSE PUTA... TU LIAS?,

Sarava, linda! Imagina, tem nada que agradecer não! Eu é que te agradeço pela gentileza da visita e pelo link, farei o mesmo por aqui pra não me perder de vc. E a gente vai se vendo!

HOMERO, KARI, CAMILA, POISON, RITACAROLINA,

Obrigada, gente :D

ZUNNNN,

Nada que um bom olhos nos olhos não resolva, né?

DAN,

Passando pra ler assim que esse sono homérico desistir de mim...

.INTENSE.,

Moça, que delícia vc ter gostado daqui! Saiba que o apreço foi mútuo - seu blog me fisgou à primeira lida. Voltarei sim, com certeza, muitas outras vezes, para curtir a sua intensidade... e muito obrigada pela visita, pelo convite e por essa gentileza e simpatia que vc transborda.

GABRIELE,

Se for pra transbordar, que sejam sentimentos bons, não? Brigadão pelo link :D

E, fazendo um "observatório" geral... a maior parte dos leitores, curiosamente, se ateve a questão do "eu te amo" clichê ou não, que eu transformo em outra pergunta: como é que a gente anda encarando as nossas relações e "dizendo" o amor no contexto delas?

Beijão pra todos e excelente semana!

Troll disse...

Mais uma vez vem vc provar q é um perigo imenso aos olhos e corações incautos, caríssima.

A intensidade, todo o jeito como esse texto toca, envolve, abraça e enlouquece. É deliciosamente instigante, em cada palavra.

Uma pessoa tão linda não deveria poder ser tão inteligente. Vai dominar o mundo, assim. *rs*

Bjão!

César disse...

Delicioso, liberto, mt bem escrito.


Como sempre, vc escreve como quem

inventa a sensibilidade e o fogo.

bjus

Ingrith disse...

Ois, boa semana!

C. disse...

eita! danousse!!
isso ficou foda.
gostoso. não. muito gostoso.
é. ficou.
e eu não sei dizer mais nada.
=**

Anne disse...

Bahh...esse tá perfeito, mana!!!
Lindo, lindo, lindo. Intenso, passional, maravilhoso!!!
Vc tem escrito cada vez melhor, minha mana querida!

E quem liga para ser clichê qdo ama? Eu sou brega e "clichezenta" qdo amo, mas tb renuncio ao amor quando é preciso...

Belíssimas palavras. Amo vc, linda!
Bjos

whiteposernigga disse...

provocaaaaaante este texto!




Beijos!!!

Fernanda Papandrea disse...

Me indentifiquei demais com a sua idéia fixa! Amei o texto, de uma escrita suave e deliciosa!

me apaixonei por aqui! =)

não sei se você lembra de mim do meu antigo blog, mas venho te convidar a conhecer o novo :

http://www.pordentrodasentrelinhas.blogspot.com/

beijos!

Clarice Lis disse...

Que lindo espaço vc tem, acabei de dar uma volta por suas palavras, gostei tanto, intenso, suave, verdadeiro. Parabéns!
Sabe de uma coisa? Vou voltar! beijos da janela

Afobório disse...

nossa, muito bom é como aquela música...

"que seja eterno enquanto dure"


é isso que importa, o agora e o real, é parabéns pelo termo libertinagem linguística.


aorte e luz, voltarei outras vezes.

Afobório disse...

nossa, muito bom é como aquela música...

"que seja eterno enquanto dure"


é isso que importa, o agora e o real, é parabéns pelo termo libertinagem linguística.


aorte e luz, voltarei outras vezes.

Aline disse...

Flavinha, vc já tem textos pra produzir uns dois livros né? Qto talento, benza Deus!

Bjm

Nataliinha disse...

Q saudades estava daquiiiiii .
Mas to voltando !

Bjs =*

Cláudia I. Vetter disse...

Abres meu corpo e fazes diários de minha alma. Simples assim.

ai ai

Jana disse...

Dizer Eu Te Amo sem parecer clichê?
Acho impossível.
O único jeito é AQUELE JEITO, que todo mundo conhece tão bem.

Já que você levou o meu, venho aqui e carrego o teu linque.

Súper-beijo

Zunnnn disse...

é.. nada que um bom olhos nos olhos não resolva.. e nada como aquele abraço também...rs

Flávia disse...

TROLL,

Hahaha, tenho nada de perigosa não, meu amigo. Acredite. Beijos!

CÉSAR, C., WHITEPOSERNIGGA, ALINE,

Brigadão, gente. Beijos!

INGRITH,

Pra vc também, flor. Beijos!

ANNE,

Linda, quer mais bregamente apaixonada do que eu? Será que dá? E sim, saber renunciar é um dom. E nem sempre renunciar significa perder, né? Amo vc também, muito. Beijos!

FERNANDA,

Lembro de vc, sim, moça. Fico feliz que tenha voltado à blogosfera, e tô passando pra conhecer o blog novo. Bem vinda outra vez por aqui Beijos!

CLARICE LIS,

que linda Volte sim... será um prazer. Bem vinda por aqui! Beijos!

AFOBÓRIO,

Convidadíssimo a voltar, moço. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, bem vindo por aqui. E na volta, não deixe de me explicar o que significa o seu nick... beijos!

NATALINHA,

A boa filha à casa torna, rs. Beijão!

CLAUDINHA,

eu que faço, né? Ok, ok... beijos!

JANA,

AQUELE JEITO, sem dúvida, é o melhor :D
Beijos!

ZUNNNN,

então... isso faz parte do tal AQUELE JEITO, rs... beijos!

Claudinha disse...

Talvez ocupando o mesmo espaço, numa interpenetração de almas que lógica alguma poderia explicar.... Mas talvez não, porque amar é clichê... Adorei seu estilo!
Beijos!

Luiz Calcagno disse...

Tá bombando. Ok. Não vou comentar em todos. Até mais

Monday (by Ménage a trois) disse...

O texto é um desbunde!

E quanto ao clichê, se quiser evitá-lo, diga eu te amo com o olhar ... sem sons ...

Ana Cárita disse...

No instante em que olhos flamejantes se encontram
Os sentimentos transfiguram-se em incêndios
Almas faiscam desejos
Transcendem a rigidez física
Ocupam o mesmo espaço
Adentram ferozmente dentro dos eus
Exploram-se ansiosamente...desesperadamente
Explodem em versos... amanhecem em sinfonias...

viajei em suas palavras
Maravilhoso texto

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,