quinta-feira, 17 de julho de 2008

Íris

Do que pulsa no peito.

Soundtrack: Etta James - Stormy Weather





Quando me dei conta de que os meus olhos têm a tua cor, éramos meu coração e eu, apenas, repousando sob o céu calado de um dia completamente azul, salpicado da memória dos teus sorrisos – e havia o teu rosto em cada cristal de luz que me acariciava os cabelos. Era a paz dissipando a tempestade germinada das minhas dúvidas mais ferozes, aquelas norteadas para uma estéril busca de sentido no que não admite razão. Nesta paz tão súbita e tão familiar não cabe razão alguma, nem entendimento, nem outras desnecessidades dessas inutilmente ansiadas – e que discernimento pode ter alguém cujo coração parece assim pequeno diante de paixão tamanha mas que se redimensiona, se agiganta na intenção de abrigar o que não tem medida?

Quando me dei conta de que a tua presença é maior do que qualquer ausência presumível, quando me dei conta de que me deixar consumir pelos receios é inútil – porque te trago irremediavelmente entranhado no corpo e na alma – meu coração acalentado inundou de paz os meus olhos cor-dos-teus-detalhes. Sem questionamentos me entreguei à vontade desse pulsar de origem indefinida, irradiada do melhor que tenho em mim, e já não me oculto sob a armadura das dissimulações: vou, apenas, prescindindo de lógica, abandonando artifícios, ignorando destinos – são as tuas mãos que me abrem os caminhos.

64 comentários:

LindaRê disse...

Sempre me identifico muito com o que escreve... Sempre parece que fala de mim.
Aliás, passei um bom tempo pensando no texto do menino que namora a tristeza. Se tristeza fosse um substantivo masculino, talvez ele fosse meu namorado.

Beijos

Alê disse...

ôpa!
eu não conhecia a casa nova. Seu blog tá lindo. Parabéns!
Beijos

Poisongirl disse...

Bem primeiro o blog está lindíssimo, parábens.

Quanto ao post : vc tem uma escrita bem diferenciada ; sua prosa é tão poética , as sinestesias tão palpáveis que parece criar um quadro em minha mente...
Gostei particulamente da seguinte parte "me dei conta que a tua presença é maior do que qualquer presença presumível".

Como eu passional , escorpiana que sou ,sinto e vivo esse acordar : a presença preennche todas as ausências , não há fuga , só entrega.

Ops me estendi...kkk
Enfim gostei muito do post daqui e tbm do teu poema com o Daniel.
Ah não sei o que aconteceu que vc continuou entrar no Ménage , tá tudo normal.

Bjks menina , conserve esse olhos e continue nos descrevendo toda beleza que eles captam.

.a negra. disse...

E as mãos do meu, abriu caminhos para mim.

sei bem o q é isso..e gosto.


Bju gataaaaaaaaaaa lindaaa

Lomyne disse...

Acho que eu não tenho me dado conta de algumas pequems poesias assim...

Eu no orkut? Tem link lá no blog! mas pra sua preguiça eu dou uma mão: http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=15080295816417590208

Flá disse...

RÊ,

Hum... hora de arrumar um "namorado" novo, talvez? Beijo!

ALÊ,

Na verdade eu já tinha visto por aqui, sim - mas como vivo mudando de layout as pessoas acabam se confundindo, rsrs. Obrigada pelo elogio e por aparecer, querida. Beijo!

POISON GIRL,

ô, moça... nem tenho como agradecer a tudo que você disse aí... obrigada mesmo. E já voltei a me achar no rumo do Ménage - a tonta aqui tava querendo chegar no lugar certo com o link errado... beijo!

.A NEGRA.,

Feliz por vc, viu? Beijos!

LOMYNE,

Indo lá! Beijo!

Caio "Sáraqui" disse...

E o amor me fez um deus imbecil, babei o suplicio e joguei raios no caminho do meu amor, pra ele não me deixar.

Eu não sei o que comentar. Mas foi como narrei, que me senti.

ANGELO ALFONSIN disse...

Tudo aqui é muito demais, as formas múltiplas dos estilos, o texto direto e intimista.
Volte sempre, entre sem bater.
beijo

Cláudia I. Vetter disse...

Devastastes tudo na primeira frase.
Tudo.

Beijão!

Giovanna. disse...

adoro o que escreve,
presente pra você no meu blog amr :x






http://sorrisosdeplasticos.blogspot.com/

Alessandro disse...

Gostei muito desse texto e achei o blog bem bonito.
=)

Obrigado pela visita.
Sinestesias auditivas e visuais?

beijo

Igor Isídio disse...

Um blog que realmente vale a pena...
Textos profundos, porém singelos. De raro bom gosto e sensibilidade. Combinando harmonicamente com o visual da página.
Sem dúvida cativa muitos fãs, desde já me incluindo.
Parabéns!

Thiago Lira disse...

Valeu pela visita Flá
Tenho escrito pouco
mas pensado muito
um bjo

Flá disse...

CAÍTO,

O amor faz dessas coisas, querido. Beijo!

ANGELO,

com o maior prazer. Beijo!

CLAUDINHA,

Quando eu crescer, quem sabe eu ocnsiga escrever assim como vc, rs. Beijo!

GIO,

Opa, indo pegar! Beijão!

ALESSANDRO,

Agradeço sua visita e o comentário super simpático, moço. E sim... sinestesias me são essenciais... beijo!

IGOR,

Quanta gentileza, moço... sua visita e suas palavras me deixaram lisonjeada. Ficarei muito feliz se aceitar meu convite para retornar por aqui... será sempre bem vindo. Beijo!

Flá disse...

THIAGO,

então... tenho ido sempre lá, pra matar as saudades das suas linhas. Bom ver vc aqui tb. Beijo!

camila disse...

ameei o visu doo seu bloog
do texto tbm :))

http://imensidadx3.blogspot.com

Bianca Rieth disse...

Flávitcha!!

Seu blog está de visual novo? Nossa! Faz tempo que não dou as caras por aqui, e também estive afastada do meu blog (não tenho atualizado com frequencia) e estou desatualizada com as leituras dos meus blogs queridos! O teu está de arrazar!!

Mais uma vez um lindo texto, uma forma poética de falar e escrever, que toca o coração. Suas palavras me fazem ver sempre uma luz, luz de amor, amizade, alegrias.
É muito bom poder sentir isso, essa intensidade por alguém, amar não tem preço, amar faz bem.

Parabéns guriazinha, desculpe a ausência...

Beijão!!

Nataliinha disse...

Nem comento que já sou sua fã !
Sempre q venho aqui tenho que comentar a graça que vc faz, só de escrever .
Faz isso brincando .

Beijos =)

Flá disse...

CAMILA,

Brigadão, moça. Beijo!

BI,

Linda... muito obrigada por cada palavrinha sua. Independente da freqüência com que vc nos visite aqui, sua presença é sempre uma alegria... e torço para que volte a postar logo logo - ando sentindo falta de ler as suas opiniões, viu? Beijão!

NATALINHA,

FOFA! Muito obrigada, viu? Beijo!

Patrícia Lage disse...

Sabe que tenho essas sensações todas depois de certos encontros? Você, não é, amiga-metade, vem me abrindo estes caminhos (de espinhos afiados, mas luz).

Beijos do que restou desta aqui, nessa semana.
Amo você.

Léo Veiga disse...

Ventos de paixão soprando na tua direção, minha linda? Apenas tome cuidado com as tempestades. Elas, algumas vezes, nos derrubam... abraços

Germano disse...

Teus crimes não são passíveis a habeas corpus nem a pagamento de fiança. Escrever é o crime-mor. Somos bandidos, foragidos da lei de dentro do ser, mas sempre conseguimos fugir.

Quase sempre.
Vim, vi e gostei de teu espaço, Flávia.

Que façamos uma boa amizade em letras. Volte sempre e dê a sua cartada. É uma honra.

Abraços de estima.
Germano Xavier

Susanna Martins disse...

Nada mais gostoso do que senti o amor, a presença o calor de alguem que amamos. Tudo se transforma, a alma se renova e o mundo colore!!!
BElas palavras!!
Beijoos e bom FDS

A Senhora disse...

Os olhos...
É uma delicia quando a gente percebe que os olhos são os mesmos. E que nos preencher inteira é muito maior do que os lapsos de solidào, mesmo que entre amigos.

Beijinhos.

Ciça. disse...

Com certeza deve ser coisa de signo, outros cancerianos que conheço são do mesmo jeitinho...


:*

Dama de Cinzas disse...

Obrigada pela visita! Bjs

Wagner Marques disse...

ah, Flá!!!

q boa sua visita...

saiba q seus textos me encantaram...

abraço.

Daniel disse...

O que posso comentar após um texto desses? Sabia que eu sou teu fã?! rsrs. Como disse a Letícia, a poesia que carregas em cada palavra é magnífico! Quem me dera uma mulher me falando essas coisas... Bjus e bom final de semana.

http://so-pensando.blogspot.com

Tyr Quentalë disse...

Belo como sempre. Palavras que tocam a alma e me faz relembrar coisas que venho pensando nesses últimos dias.

Antonio Ximenes disse...

Flavinha.

Nada como se sentir tal uma pipa flutuando no ar... ao sabor do vento de quem se ama.

Não tem como negar que escrever é um esporte delicioso.

Vocês se superaram... rs.

Hoje vou ao lançamento de um livro de um amigo meu... um colega de versos e prosas.

Cada um em seu Estado vivendo a Arte dentro das suas possibilidades (e impossibilidades).

Abração pra tu e ótimo final de semana.

Camilla Boyle disse...

Oi Flávia, obrigado pela visita ao meu blog =). Gostei muito do seu texto e da maneira como você usa as palavras.

O Gustavo é nota dez =D

Beijinhos e obrigado pela visita

ps: vou adicioná-la!

Kari disse...

É sempre maravilhoso o tempo que me dedico a ler o que escreves!
E sim... Ás vezes não precisamos de nada, apenas de alguém para nos abrir os caminhos...

Beijão

Vinícius Aguiar disse...

Você anda absurdamente inspirada hein moça... nossa, nem me sinto a altura de comentar algo assim!! Só me resta te parabenizar pela sensibilidade e brilhantismo do texto!
Beijos!

Flá disse...

PATI,

há vezes em que a única coisa que nos resta é a travessia poe entre esses espinhos, né? E o que está para além deles, sim, fecha todas as feridas. Saudade de vc... chega a dar nó no peito... se cuide bem por aí. Meu amor e meu beijo.

LÉO,

Derrubam sim. Mas eu me levanto pra dançar debaixo dela. Beijão!

GERMANO,

Que delícia esse comentário, moço... e que delícia sua visita! Saiba que estarei sempre aí pelo seu blog - pois fiquei realmente encantada com as suas linhas. Será uma honra recebê-lo aqui. Beijo!

SUSANNA,

Bom fim de semana pra vc também, flor. Beijão!

MI,

Os olhos têm esse poder... antes mesmo de darmos por isso, eles já carregam consigo o reflexo daqueles que amamos. Olhos são mágicos. Beijo!

CIÇA,

Cancerianos... quem os entende, né? Beijo!

DAMA DE CINZAS,

Por nada, querida. Beijo!

WAGNER,

E que bom que vc gostou! digo mesmo sobre o que li em seu blog - sua escrita é um primor... pode aguardar-me mais vezes. Beijo!

DAN,

Nada, vc é meu parceiro, hehe... muito obrigada pelo carinho, querido. Beijo!

TYR QUENTALË,

Notei uma pontinha de melancolia... espero que fique tudo bem com vc, minha querida. Beijo!

XIMENES,

Escrever é algo que vira vício, não? Boa sorte aí pro seu amigo, e pra vc também - apesar das dificuldades a gente vai levando... essa é a a maior arte. Beijão!

CAMILLA,

Eu adorei ele! E vou continuar acompanhando o desenrolar da estória. vou linkar vc também, viu? Brigadão pela visita. Beijo!

KARI,

Né? Rsrs... vc é um doce, menina... obrigada pelo carinho. Beijão!

Flá disse...

VINÍCIUS,

Ih, pode parar já com isso! Adoro seus comentários sempre. Obrigada pelos elogios, querido. Beijão!

MH disse...

Uma coisa que eu tenho notado nas centenas de blogs que visito (pois é, eu não trabalho, so fico na internet hahahahahahaa)....entao, notei que ta todo mundo apaixonado na blogosfera. Isso é legal, por que os textos ficam meigos, intensos e cheios de emoção.
Love is in the air.

Di disse...

Moça, seu blog é lindo, mas desse pc q tô usando não consegui ler seu texto... =/

Vou tentar em casa.
Obrigada pela visita, viu?
beijo

Caio "Sáraqui" disse...

Enfim ganhei um apelido.

^^

Uma dúvida:

"Quando libertinagem é prejudicial à saúde?"

[com vergonha]


hehehehe

Beijo,

Caio "Sáraqui" disse...

Pode bater o martelo...

Caítoooo...

^^

Igor Isídio disse...

Flávia,
Valeu mesmo pela visita e pelo convite. Mesmo antes dele já havia decidido voltar aqui. =D
Ah! Li algumas das postagens anteriores. Igualmente lindas!
Beijo!

Flá disse...

MH,

CENTENAS??? Tem uma vaga sobrando aí onde vc trabalha, rsrs? E pois é, a blogosfera tem seus ciclos... lembro de um há um tempo atrás - todo mundo soltando os cachorros, hahaha. Melhor ser meigo, né? Beijão!

DI,

O que o seu PC tem contra mim, rsrs? Te aguardo por aqui de novo, então. Obrigada pela visita. Beijo!

CAÍTO,

Hahahaha... batido! Beijo!

IGOR,

Eu é que agradeço pelo teu retorno, querido. Será sempre muito bem recebido aqui. Vou colocar seu link junto àqueles que visoto com frequência, para não nos perdermos. Beijo!

Sonia Pallone disse...

Oi Flávia, adorei o seu espaço minha querida, parabéns pela sensibilidade especial que lhe permite escrever tão lindamente... Bjs e obrigada pelo carinho com minhas letrinhas lá no Solidão de Alma.

Graziele Alencar disse...

O amor s� acontece quando superamos o medo da aus�ncia e da perda. Adorei a forma como voc� descreveu isso!
Beijos.

Anna disse...

Fiquei impressionada com sua escrita, de verdade. Parabéns.
Beijos

Chantinon disse...

Sempre vejo seu rostinho nos comentários de alguns blogs que visito. Acho que é a primeira visita minha no seu... mas sabe-se lá... vc tem uns 135.489 blobs :)

Ah! vibrei em saber que vc também gosta de Adhesive do Stone Temple Pilots.

Ah![2] Essa música ai não acho que seja a Josephine Baker... Tenho um disco da Etta James... Ou elas tem a voz identica, ou esse som ai e a Etta, que é maravilhosa.

instantes e momentos disse...

Parabens por esse blog, que dá gosto de ler.Lindo tudo aqui.
Maurizio

Filipe Garcia disse...

Oi Flávia,

bonita sua descrição sobre esse amor que traz paz e, ao mesmo tempo, entrega desmedida.

Suas palavras são sempre água pra minha sede de poesia.

Beijo.

Flá disse...

GRAZIELE,

EXATAMENTE. O medo nos poda, e nos impede de viver os nossos sentimentos com a intensidade que eles merecem ser vividos. Obrigada pela visita aqui, seja bem vinda sempre. Beijo!

ANNA,

Muito obrigada, moça, eu é que agradeço. Prazer receber vc aqui. Beijo!

CHANTINON,

Hahaha, tenho mais blogs do que dou conta, é verdade, rs. Mas esse aqui é o meu cantinho pessoal. Esim, tenho visto vc por aí também temos vários amigos em comum nessa blogosfera imensa... amo STP, adorei quando encontrei aquele vídeo no seu blog e não tinha como não ficar por lá ouvindo! A música realmente foi creditada à artista errada - na hora do upload acabei me confundindo com as versões, mas já está devidamente retificado. Valeu pelo toque. E pela visita também, volte sempre. Beijo!

MAURIZIO,

Muito obrigada, moço. Seja bem vindo! apareça mais vezes, será um prazer. Beijo!

FILIPE,

Saudade de vc! Feliz por te ver de novo por aqui... espero que as férias estejam jóia. E amor... quando a gente entende, só pode mesmo trazer paz. A capacidade de gostar e de se deixar gostar é o maior presente que podemos receber nessa vida. E o melhor é que temos muitas, muitas chances para isso... beijão!

Nathália disse...

Obrigada, Flávia. Agora estou chorando.
Mas, sério, obrigada mesmo.
Não poderia terminar meu sábado de melhor forma.

Beijo!

Renata Emy disse...

Boa noite drª mais querida da blogosfera,

Vim aqui avisar que tem presentinho p/ vc no meu blog.

Calma, não é o kabotiá [ainda]!

Bjus

citadinokane disse...

Pôxa!
Como aquele encontro distanciou tanto...
Beijos,
Pedro

Mandiiê disse...

OPA!
Que bom que você apareceu!
Fiquei realmente feliz de você ter gostado, embora o que eu falei qualquer pessoa com um QI entre uma ostra e uma ameba seria capaz de constatar. :D
Mas acho que valeu para mostrar ao pessoal um blog legalz! :D

Lindo texto. Sinceramente, quando se ama é realmente assim. *-*
Você se dá conta que é irreversível. Que não adianta se debater. E é quase que obrgado a viver tudo EM SUA TOTALIDADE. Não pela metade, com medo, nem nada. Dê no que der, assim que tem que ser.

Nossa, me senti espelhada no seu texto :)



BEIJOO :*

Elida disse...

Menina, que texto lindo!! Me identifiquei do começo ao fim! Parabéns, paabéns, parabéns!
Beijo grande pra você e já estou correndo para conhecer o Blog indicado.

Flá disse...

NATHÁLIA,

Garota, vc me assustou, haha. eu não sei o que eu fiz, mas por nada, tá? Beijão!

RENATINHA,

Obaaaa!! Sendo ou não o kabotiá, tô passando pra pegar! Beijo!

PEDRO,

Não, querido... não distanciou nada. Foi só desencontro, mesmo... mas a gente conserta isso. Beijo!

MANDIIÊ,

encantamento, amor, paixão... delícia tudo isso, né? Não dá pra viver sem. E se desse, eu não ia querer, rs. E eu adorei o VDI, sucesso pra vc e pros meninos lá. Beijão!

ELIDA,

Opa, obrigada! Espero que goste do outro espaço também, moça, Beijo!

Nadezhda disse...

Sempre procuro uma frase ou um parágrafo que 'resuma' o texto todo. Mas esse está tão bonito, e tão comleto, que ficou difícil ;)

minicontosperversos disse...

Por tudo isso seus olhos me tiram a paz

Flá disse...

GUSTAVO,

Por isso tudo seus olhos SÃO a minha paz. Beijos - muitos.

NADEZHDA,

Obrigada, moça! Beijos!

Edu Grabowski disse...

Quer dançar?

hehehehe

Beijos
Edu.

Flah disse...

EDU,

Com todo o prazer, cavalheiro, rs! Beijos!

Mary West disse...

Lindo texto, naum tem como naum se indentificar com cada trecho! :D

Flah disse...

É, minha linda... vai ver que corações apaixonados batem todos no mesmo compasso, né? Não os entendemos... não nos entendemos... mas não conseguimos viver sem isso. E preciso dizer: ESSA FOTO AÍ TÁ LINDA! Beijos ;)

ALF disse...

Você tem a magia do romantismo impregnado nas palavras...
Você emociona sempre com seus textos.

Beijos
;)

Flah disse...

Que lindo... obrigada, moço... sua gentileza sempre me traz sorrisos. Beijo!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,