terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Até Que A Sorte Nos Separe

Afinal, ninguém precisa ser perfeito para ser o par perfeito.

Soundtrack: Ingrid Michaelson - The Way I Am



Eu lhe prometo ser fiel na alegria, na tristeza e em todas as rodadas do Brasileirão mesmo que o seu time 6 vezes campeão nacional seja hipoteticamente rebaixado para o grupo B – mas aviso logo: vai ser difícil segurar as piadinhas e eu sei que no meu lugar você faria o mesmo, então não fique rebelde caso um dia isso realmente venha a acontecer. Aliás, falando em vir, da próxima vez que convidar seus amigos para assistir aos jogos em casa, diga ao Betão que a mesinha da sala não é depósito de lixo tóxico e que todos nós teríamos mais qualidade de vida se ele lavasse aquele tênis horroroso de sujo pelo menos uma vez por semana, como é que pode um homem daquele tamanho ser assim desleixado, cruzes, mas enfim, esse assunto fica pra outro dia, o que era que eu estava dizendo mesmo?

Ah, sim, falando em prometer... eu ia dizer que de bom grado prometo, sim, segurar a sua mão naquelas noites em que o mundo inteiro vira chuva e desaba sobre o telhado porque sei que você tem medo de trovões, e deixar você dormir do lado direito da cama, e dividir com você as minhas batatinhas fritas e a pipoca do cinema – mesmo que você teime em comprar entradas para um desses filmes toscos em que voam socos, pontapés e gente morta ou estropiada por todos lados, fazer o quê. Eu prometo te emprestar o meu xampu e (eventualmente) não deixar calcinhas no box. Eu prometo estar com você quando Maomé não for à montanha mas a montanha for a Maomé, ou quando Judas finalmente encontrar as botas que perdeu, ou quando o mar virar sertão, o sertão virar mar e o camelo passar pelo buraco de uma agulha e, sobretudo, eu prometo ficar ao seu lado e sorrir o seu sorriso preferido quando a vida parecer ter se transformado em uma grande piada de mau gosto e as coisas podem até pecar no quesito leveza, mas estaremos juntos e descobriremos juntos que o diabo não é tão feio quanto parece.

E não lhe ofereço nem aliança nem nada de tão específico como prova do meu amor e da minha fidelidade porque você sabe, eu fico tiririca com esse negócio de ter que provar amor. E, como mentira me dá urticárias, ui, não posso nem pensar, deixo claro que vou continuar reclamando da toalha molhada sobre a cama e da tampa levantada do vaso sanitário, e também da louça acumulada na pia nos dias em que a diarista não vem, e dos copos que você larga em qualquer lugar, custa passar uma água?, e sem dúvida eu vou continuar reclamando (e muito) da cara esfomeadamente terrorista que você faz quando olha pros peitos da filha do aposentado do 612, aquela que usa uns vestidos tão curtos que deixam ver até a consciência se é que ela existe – pensou que eu não tinha percebido, hein, mas sobre a mocréia a gente conversa baixinho depois.

E certamente vou continuar me fazendo de surda quando você insistir que eu pare de falar com aquele ex-namorado lindo, charmoso, inteligente e bem-sucedido no ramo de empreendimentos imobiliários, mas quer saber? Nada disso faz a menor diferença. Talvez eu nem tenha tido alternativa, o meu coração leva tão a sério essa coisa de livre arbítrio que não me deixou dar muito palpite quando escolheu amar você pela vida inteira. E eu, que às vezes acho que ele não poderia ter sido mais irresponsável, quando olho para o lado e vejo você dormindo, tranquilo, com a cara feliz de quem está sonhando não com os anjos mas com um séquito de coelhinhas da Playboy, tenho certeza de que ele acertou em cheio. Porque você está longe de ser um príncipe encantado. Mas só você é você, e eu gosto assim.

105 comentários:

Letícia disse...

Se os relacionamentos começassem assim, talvez fossem mais fáceis. Tudo às claras. Mas a gente promete coisa que não pode cumprir ou pode, mas a desobediência é forte.

Gostei muito, Flávia. Sei que está cansada de ouvir isso. Mas sempre é bom ouvir o melhor. Um texto de amor que fala sobre tudo que é comum quando se decide ficar junto.

Bjs.

Sunflower disse...

Na minha cabeça eu tinha um texto assim assim assim assim.

Ainda bem que você escreveu primeiro, com suas palavras mais bonitas.

beijas

Monday disse...

já pode beijar a noiva?

Nataliinha disse...

Tenho que comentar que esse teu texto tá DIVINO Flavinha...
Nossa, eu até deixei brotar uma lágrima pq mt coisa dali eu diria pra certo alguém .

Enfim ;)

Beijos !

Léo Mandoki, Jr. disse...

ahahahahahah
esse post..sim!!! mulher urbana e bem resolvida né...até parece tirado do diário de bridget jones....ahahahah
amar mulheres como vc é algo perigoso sabia??

Cris disse...

Ma-ra-vi-lho-so. Um dos vários melhores textos que já li, amei completamente, ao ler eu pensei: Nossa queria ter escrito um desses. Excelente.
Bjossssss

Ana Lu disse...

Ui, tomara que seja verdade. Ai, fica mais lindooo
*_*

Jaque Lima disse...

nessa sua definição, você relatou como são os homens, e os relacionamentos. Não que sejam fáceis, ou um mar de rosas, de qualquer forma são generosos, e maravilhosos, no pra sempre que a gente programa e vive.

MARA!!!

Beijos garota!!!

Emerson Souza disse...

Tão bonitinho...
Bjus.

A Senhora disse...

Vixe! :)

Márcio Ahimsa disse...

Ah, Flávia, falou agora uma linguagem universal, "só você é você". É o essencial, aliás, no caminho do amor, é o que basta de ambas as partes para que consigam chegar, juntos, onde quer que seja. Isso é muito difícil, a aceitação do outro, e a valorização dos pequenos detalhes, que, por mais que sejam apenas alguns, fazem a grande direrança. O resto, é resto. A perfeição é ilusória, e nunca se mostra por completa, já os defeitos, são esses que nos fazem perceber, que além deles, há um valor agregado, de carinho e ternura.

Beijos, querida. Bom dia.

SUSANA disse...

Amei seu blog! Lindo, lindo, lindo! Parabéns!
Beijos.

Afobório disse...

olá.

acho que vc fala de verdade.
vejamos se consigo me fazer entender.

acredito que o amor é uma caminhada, onde quatro pés andam fazendo par, primeiro dois pés direitos, depois os outros dois, e quando um dos pés está sem sintonia com o outro o compasso se perde, é como um tango, os pés procuram-se, alinham-se, mas nunca podem se tocar de um jeito furioso.

palmas mais uma vez.

sorte, luz e compasso.

Lídia disse...

Flaviiita!
Mó tempão que não passo por aqui, mas vai entender o porque se ler tbm o post anterior ao que está lá no To be continued...

Lindo lindo o texto...
Amar todos os defeitos é uma virtude, é amor verdadeiro mesmo!!
Lindo como sempre, flor!

Mil beijos!
^^

Flávia disse...

LETÍCIA,

Não sei se mais fáceis, porque gente é sempre tão difícil! Mas acredito que as decepções seriam mais brandas, os rompimentos menos traumáticos e as expectativas menores, o que já aumentaria muitos as chances de um relacionamento dar certo... e você tem razão: a desobediência é mesmo forte!

SUN,

Tá, mas as suas são bem mais originais :)

MONDAY,

Pode, ué!

NATALINHA, CRIS, EMERSON, SUSANA,

Obrigada, gente!

LÉO,

Você acredita que eu não assisti Bridget Jones, nem o primeiro nem o segundo? Devo ser a única pessoa no mundo que não viu! E mulheres como eu são legais, viu? Pode acreditar ;)

ANA LU,

Bom, é verdade que eu realmente acho que os votos pronunciados pelos noivos na hora do casamento deviam passar por uma repaginada, rs. Mas real mesmo, nesse texto, só o Betão!

JAQUE,

Pois é... quem disse que alguém precisa ser perfeito para ser o par perfeito, né?

MI,

Ui!

MÁRCIO,

A perfeição é ilusória, e nunca se mostra por completa, já os defeitos, são esses que nos fazem perceber, que além deles, há um valor agregado, de carinho e ternura.
Assino embaixo :)

AFOBÓRIO,

Bom, eu entendi :)
Mas é que para mim também é assim. E nem sei foi, admito. A vantagem de ir ficando mais velho é que a gente incorpora coisas importantes como aceitação e tolerância... e o que era insuportável passa a ser mais ameno de conviver!

LÍDIA,

Menina, bem vinda de volta!! Tô passando lá no TBC pra saber o que foi que aconteceu - e não some mais não, viu?


Beijos a todos!

fred disse...

Ótimo.
Como sempre: ótimo.
Beijos

Mariana disse...

Aaaaaaaaaiiiiii que deeeliiicia de texto....

Relacionamentos tem q ser assim mesmo, tudo sempre bem dito... ;)

Adorei esse tom de conversa no texto. Beijos

Lilian Dalledone disse...

O nome disso é AMOR, Flavinha. Do mais intenso, e do mais gostoso.
Que bom.
Tenha um dia apaixonado.
Beijos!

Mai disse...

Flá,

E ficamos outro dia divagando devagar,(putz, horrível isso)sobre a história da Medicina e viver perigosamente.
Taí o sentido das flores...

Dangerous?
Que nada, 'perigo é ter você perto dos olhos mas longe do coração'.
Eu já sei o quanto és doce linda-Flá.
Continua esse Show....
Foi gol! Gooooooooooollll da Flá!
Foi 10 x 1.

Love U

Mai disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Van disse...

É......
Amar é complicadinho né?
Amar os defeitos também. Amar aquilo que incomoda e aquilo que nunca sonhamos pra nós. Amar o outro tão alto e tão forte que a gente nem vê mais essas coisas chatas, nem sente o futum da bosta amada. Afinal, cagam reis, cagam fadas, cagam eles também, esses príncipes-ogros-de-meia-tigela-half-mouth. Sabe comé? E de nem ligar quando fica tudo espalhado pela casa: cueca, sapatos, pés de meia. E a pasta de dentes apertada no meio e a tampa levantada..... Ânfãn... Amar é mesmo SOBRE-HUMANO.
COM HÍFEN.
Beijucas

Fernanda disse...

sabe que esse foi o melhor texto que li aqui...
tão lindo.
itenso...
acho que são por causa dessas promessas,
e do respeito dos defeitos que faz durar um relacionamento.

@line-;-- disse...

Saber conviver com as diferenças, imperfeições e tudo mais que uma vida a dois proporciona. Este é o segredo (difícil) de ser feliz ao lado da pessoa que amamos.

Bjm

Juliana disse...

OMG o time do meu namorado foi rebaixado para série B!
E lidar com isso não foi nada fácil, mas definitivamente só ele é ele, e eu o amo mesmo não sendo um principe montado a cavalo!

*Lusinha* disse...

Sabe Flá, esse final é tudo o que eu preciso... De uma forma que não tem nem como explicar...
Bjitos!

Isaque Viana disse...

Olha aí a parceira mais linda que existe...
Quando você falou de times e tal, eu lembrei que sou vascaíno.

Flavim,

beijo de sempre

Beto Canales disse...

Como sempre. parabéns.

Altamir disse...

Flavinha, pelo texto inspirado e sincero parece que, como prometido, Belém andou mesmo tremendo em janeiro,não é? Estou de férias, voltando aos poucos ao convívio dos amigos blogueiros. Grande beijo e toda felicidade do mundo nesses novos tempos!

Isa disse...

Own, me identifiquei totalmente. Sabe, também já encontrei meu alguém pra fazer promessas =)

Jean Rocha disse...

Lindo texto, Flavinha!
Eu quase escrevi algo parecido esses tempos (é claro que sob a perspectiva masculina), mas que bom que você se adiantou, porque com meu romantismo pouco disfarçado, ia ficar um troço piegas pra caramba, e por mais que o amor seja algo piegas por natureza... já imagina, né? Ia acabar soando como promessas vazias, bem ao contrário do que tu escreves aqui: uma proposta objetiva de amor incondicional sem a menor pretensão de iludir com perspectivas de perfeição.
É amor e só isso (como se não bastasse).

Abração!!!!

P.S.: Tem texto novo no FocoLibre, depois de vários meses morrendo à míngua. Se puder passar por lá, ficarei muito honrado!

Ric@rdo disse...

Será que esse indivíduo tem consciência do quanto ele é feliz?
"Mas só você é você", cada um é o que é, e tenta dar o melhor de si continuando a ser o que é. E pronto!

Beijo!

Sieger disse...

que lindo! Ai... se os relacionamentos fossem tão descomplicados assim...

Flávia disse...

FRED, CANALES, MARI, FERNANDA,

Obrigada, people! =)

LILIAN, VAN, ALINE,

Pois é, amar é fácil - difícil é conviver pacificamente com o amado! Mas acho que quando a gente aprende a ponderar prós e contras e entende que os defeitos fazem parte do pacote (o que é fácil da boca pra fora, mas na prática o buraco é mais embaixo) a tendência é viver uma grande história...

JU, LUSINHA, ISA,

É que as pessoas, no fundo, não são tão diferentes assim umas das outras ;)

MAI,

Bom... eu sou meio dependente de viver perigosamente, né? Ia escrever outras coisas aqui, mas enfim. Em off, rs!

ZAC,

Então, Zaquim... parceiro grande, vc. Parceria pra vida, sabe? Pra vida...

ALTA,

Altamiiiiiiir... não me comprometa, hahaha! Bem-vindo de volta, querido, a casa é sua, como sempre!

JEAN,

Pois eu duvideodó que você não discorresse lindamente sobre esse tema! Bem-vindo de volta, querido. Já passei no Foco Libre e te deixei uma proposta lá, se aceitar ficarei muito feliz. Te espero por acá com a resposta :)

RICARDO,

Opa, será? ;)

SIEGER,

Ah, meu amigo, gente é tudo complicada, mesmo... mas nada que justifique tentar fazer dar certo, né? Eu continuo insistindo!


Beijos!

RICARDO ® disse...

Deliciosamente encantador!!!
Como tudo que tu escreves.
Beijos, moça!

Jean Rocha disse...

Já te respondi lá no Foco, mas por via das dúvidas, passo por aqui pra agradecer a visita e aceitar o desafio. Me aguarde!

Rodrigo Carreiro disse...

No primeiro parágrafo você ganhou metade dos homens. Mulher compreender futebol é lindo demais ;p

CARLA ROCHA disse...

Simples assim...muito bom! Beijo grande

Fabrício Romano disse...

qual é o problema na honestidade, afinal? nenhum relacionamento é só dramalhão ou conto-de-fadas, seja como namorados, amigos, etc. Quem acha que perfeição é uma meta está fadado a ser infeliz e incompleto o tempo todo. Adorei o texto. É honesto. Precisamos disso.
Beijão...

Sam disse...

Ainnnnnn que é vero!

"Só você é você" e nada importa as "imperfeições" do outro quando se encontra um jeito de lidar compreensivamente, de ambos os lados com esses defeitinhos que sinceramente, dão graça na coisa.

É esse ser o que é que faz a diferença no mundo e dentro de nós.

Já pensou se todo mundo fosse igual?

"Só você é você" e mesmo que exista tantas e tantas pessoas maravilhosas, cativantes, apaixonantes, a gente sabe que no fundo no fundo, ninguém consegue ser e fazer o que o amor da sua vida é e te faz sentir.

E tbm não importa o aparente "conto de fadas" que se quer viver ou vive, nossos príncipes são sapos!

E nessa nossa lenda da Carochinha, lhe digo mais, não há nessa nossa vidinha humilde e pacata, um sapo mais príncipe que o nosso!

"Só vc é vc" assim, na sua, na minha, na nossa mania de sermos tão unica,diferente e... imperfeitamente perfeitos!

Adorei, hein!

Abraços, flores e estrelas...

iara disse...

eu prometo ! amém!
adouuuro!
a gente ama exatamente por causa dos defeitos....

bj

Flávia disse...

RICARDO, CARLA,

Muito obrigada, queridos!

JEAN,

Aguardo ansiosa por aqui - e muito obrigada por aceitar a brincadeira!

CARREIRO,

E é verdade, eu não implico com futebol - e até participo! As minhas implicâncias são totalmente outras...

FABRÍCIO,

Precisamos, sim - e precisamos admitir que precisamos. E precisamos admitir que também não somos perfeitos. Você não imagina o calafrio que me dá quando, depois de alguns dias, escuto a famigerada frase 'você é perfeita'...

SAM, IARA,

Pois é, a graça está justamente nessas pequenas coisas - são os detalhes quem decidem, no fim das contas, quem vai e quem fica. Essas coisas não se explicam, mas sentir e ter alguém que fica, com todos os defeitos (e não apesar deles) é ouro nessa vida!


A todos, meus beijos todos :)

EVD - off-life disse...

a coisa corre rapido aqui heni?a gente vai ler o livro já no blog,ou vai ter mais idéias pra eu comprar???

hauahauhauahau

fico feliz de ver você pensando..é lindo,e intenso.vc parece pegar um onibus pra trabalhar,olhar nos olhos d uma pessoa, e tirar a vida dela...^^

bjos

evd

Flavio Ferrari disse...

Deixa o rapaz olhar para os peitos da garota. A vida é curta e todo ser amado merece cada segundo de felicidade.
Levante a tampa do vaso sanitário para ele (só conheci uma garota que faz isso até hoje).
Continue conversando com o ex e deixando a calcinha no box.
Seja, e deixe ser.
Se tiver que ser, será.

Flavio Ferrari disse...

Deixa o rapaz olhar para os peitos da garota. A vida é curta e todo ser amado merece cada segundo de felicidade.
Levante a tampa do vaso sanitário para ele (só conheci uma garota que faz isso até hoje).
Continue conversando com o ex e deixando a calcinha no box.
Seja, e deixe ser.
Se tiver que ser, será.

. fina flor . disse...

ah, que fofo!!!

meu coração também não leva muito a sério algumas coisas, rs*

beijos, flor

MM.

J. disse...

Droga! Meu time só ganhou 5 vezes o brasileirão!

Tecnenfermaginando disse...

pois é.

casar bem, todo mundo casa.

quero ver separar bem.

Flávia Brito, de brita nada,
pura emoção.

abç,

Teresa:)

Pedro disse...

Vestidos curtos que deixam ver a consciência... hmmm... não sabia que a consciência ficava tão em baixo... hummm

Chantinon disse...

Olha que bonitinho

http://www.youtube.com/watch?v=tm7O5WbVvX0

Taynar disse...

Ah minha nossa senhora!
Essa foi um dos textos mais lindos que eu já li.
E sabe porquê? Porque assim como tu, eu me identifiquei com tudo.
É isso, é tudo isso.
é o bolo de chocolate com recheio e fundo queimado.
Isso me lembra aquele filme, Noiva Em Fuga, quando o Richard Gere fala sobre o pedido de casamento perfeito, que seria mais ou menos nos moldes: 'Eu garanto que uma hora alguém vai querer pular fora, mas eu garanto que se eu não pedir pra você ser minha, eu não ficarei bem'.
Acho que o que faz o teu texto estar tão perfeito à minha vista é a quantidade de realidade e verdade que tem nele.
É amar tudo, mesmo que nos magoe, mesmo que não gostemos. É saber que principe encantado é furado, mas podemos nos encantar como nossos ogros.
Ah, simplesmente sublime!
Beijos

Nadezhda disse...

Talvez os relacionamentos durassem mais se fosse dessa maneira.

E foi uma das coisas mais bonitas que já li aqui ;)

Patrícia Lage disse...

A sorte pode até separar...
Mas algo muito maior e consistente e intenso os une, tenho absoluta certeza.

;)
Lindo, lindo, lindo.

Beijos, amiga-metade, em montes!

Esterança disse...

Oi,

depois dá uma passada no meu blogue, tem presentinho para vc lá!


Bjs!
Ester*

D.Ramírez disse...

Muito bom texto mesmo..diferente e divertido, com um final feliz.
Adorei sim pq a criatividade em escrever a vida a dois foi muita.
Adorei mesmo!!!

Besos

Klotz disse...

Mocinha, também não vi o diário de Bridget Jones. Estou curioso pelos seus diários.
Nos relacionamentos temos que rever conceitos. Façam revezamento. Durante um mês a tampa do vaso fica abaixada e no outro levantada.
Sugerir que o tênis do amigo do namorado seja lavado uma vez por semana é demais. Agradeça aos céus por ele não tirar os tênis dos pés.

Deveras disse...

Gostei muito do texto, especialmente o segundo parágrafo.

Os relacionamentos, como os carros, precism de reparos às vezes... Pode-se dizer que o texto faz um "ajuste no virabrequim" da coisa.

ficanapaz

julio.de.castro disse...

amém, sista!

Calebe disse...

Meu, é inacreditável essa lírica bonita que você possui. Gosto muito. Ainda bem que achei teu espaço pra ler essas palavras...

Vlw pela mão no ombro. Aquele não era um texto triste, mas o de agora é.

Beijos. Volto pra te ler de novo.

Ah, você esqueceu de falar das latinhas de cerveja que a gente "esquece" no quintal.

Calebe

Ju disse...

as tuas palvaras são tão gostosas, até para as cotidianidades!
adoro, menina, vc escreve muito!!!
:)
beijão!

Daniel disse...

Não dá para ficar "não rebelde" se o time do coração for rebaixado rsrs. Ótimo texto, aliás, como sempre. Bjus.

http://so-pensando.blogspot.com

Ane Talita disse...

Aiaiaia, me deu vontade de ficar debaixo do edredon, comendo pipoca e vendo um filminho com ele...

=)

lindo, bonita! Como sempre!

beijos

Ane Talita disse...

Aiaiaia, me deu vontade de ficar debaixo do edredon, comendo pipoca e vendo um filminho com ele...

=)

lindo, bonita! Como sempre!

beijos

Thyago David. disse...

Ow.. mais um texto muito bem escrito moça.
Verdade, não precisa ser perfeito pra formar o melhor par, um perfeito.

:D

Beijos.

Clarice Lis disse...

Bom demais, me diverti com a leveza desse amor, que mundo bom seria se mais gente amasse assim. beijos da janela

irmandade disse...

se todas as pessoas fossem sinceras...
adorei a parte do vou estar com vc em todo brasileirao, e das piadinhas que vai fazer caso o time dele caia pra 2 divisao...
adoreiiiiiiiiiiiii!!

bjos

Adriano Queiroz disse...

Não podemos exigir das pessoas o que elas não podem nos dar e vice-versa. É sito aí, você é só você.

Abraços.

Saara Senna disse...

Já dizia Arnaldo Jabor:

“Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.”

Por isso concordo quando diz:

"Mas só você é você, e eu gosto assim".

Abraços e obrigada pela visita, gostei :)

Dri disse...

Ai que lindo. Vi um pouco da minha vida nesse post rsrsrs adorei bjos

george araújo disse...

é
o amos se não prova, se sente.
e q seja eterno...enqnto dure!


bjos
>>


p.s.: churrascaria...hummmmmm.bora marcar! kkk

Duuh!. disse...

ai, eu queria que tudo fosse fácil assim.Pelo menos pra mim.
haha! =D

adoreeei. =p

e te add no msn já, me aceita láaa =D

beeeijo

Caroline Ribeiro disse...

P-E-R-F-E-I-T-O !

Oi, tudo bem?

Adorei cada linha do texto, ou melhor, da sua declaração. rs

"E eu os declaro marido e mulher!"

Passa lá?
http://caroolribeiroo.blogspot.com/

Beijão.

Leonardo Werneck disse...

Maravilha de texto como sempre Flávia.

Beijo.

Marcelo Martins disse...

Nossa, Flavinha, quem é esse felizardo? rs
Quero uma assim pra mim, me apresenta?
Coisa boa nos encontrarmos de novo, gosto muito de você, viu? =)

Mil beijinhos, coisa linda

roHh disse...

Sinceridade a toda prova. Concordo com o texto inteiro!

.Dazinha. disse...

E não é que eu mandei uma e-mail mais ou menos assim para meu amor, hoje?
E não é que mesmo assim, mais uma vez, seu texto me deixou toda emocionada?
E não é que você é OTIMA sempre!
ra

Beijao Flavinha

João e Joana disse...

...Realmente quem é único é único!

Parabéns pelo blog.

Abraço

Edna Federico disse...

Que lindo...e a gente fica aqui torcendo para que tudo seja muito bom.
Beijo

Ruberto Palazo disse...

Vc sempre me impressiona com a qualidade dos textos, a expontaneidade das palavras e a destreza do olhar.... bom mesmo ele ser Hexacampeao Brasileiro e ter sonhos com coelhinhas da playboy. Mas sabe qual a melhor parte? quando ele acorda e ve sua coelhinha preferida deitada do lado dele.... ;)

Beijoooooooooooooooo!!

Carol disse...

É, às vezes tenho a impressão de que vou amar aquele cara pro resto da vida... mas então vêm os defeitos, coisas que eu não suportaria e prefiro deixar tudo no ar. Até que lembro do jeito tosco dele e o amo mais. Afinal de contas, como você mesma disse, só ele é ele. Ai, ai...
saudades de vir aqui!
Beijos

Ella... disse...

Carinho, ternura e o que faz bem no momento. ^^

Liiiiindo, Flavinha!

Beeeijo!

Charlotte disse...

assisti um filme que me mostrou-me como é amar em qualquer condição... me fez refletir sobre certas coisas... (Ah, o filme era: O curioso caso de Benjamin Button).
É fato que ninguem precisa ser perfeito para ser amado.

***

Voltei Flávia, férias longas mas merecidas...
senti falta dos escritos também, mas estamos aí na ativa novamente!

Beijão

Flavio Ferrari disse...

E viva a honra de ser o centésimo seguidor do seu blog...
Beijo

Ceisa Martins disse...

Ah! Adorei! rs
Simplsmente perfeito!
E pede pra ele avisar mesmo pro Betão, que niguem merece tenis sujo em cima das coisas! hahahaha

Beijos, Flá!

E que assim seja...

Ingrith disse...

Flávia, coloquei vc pra participar de uma brincadeira no blog, olha lá, e vamos ganhar uma caricatura nossa!

Zingador disse...

Que delícia. Conviver e amar esses detalhes que nos importunam é sabedoria.
Abraço perfumado.

Anne disse...

Eu simplesmente amei esse texto, minha mana querida! É perfeito, sem dúvida!!! Acho que amar de verdade é isso mesmo... entender que ninguem é perfeito e que nao existe principe encantado...até pq, tb nao somos princesas perfeitas! Por isso que eu amo até os defeitos daquele teimoso...rs. E eu sou mais teimosa ainda, então nem posso falar.

PERFEITO, mesmo! Não vejo a hora de te dar aqueeeele abraço, minha querida amiga!!! Amo-te, mana! Bjos

Flávia disse...

Gente, perdoem a correria... obrigada a todo mundo que apareceu pra dar uma palhinha por aqui, obrigada pelos elogios, pela companhia e por compartilharem um pouquinho das suas histórias. A vocês que estão chegando agora, bem-vindos - a casa é de vocês. Um fim de semana lindo pra todo mundo.

Beijos!

Fernando Ramos disse...

CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP!

BARVO! BRAVÍSSIMO! SOBERBO!

Ah, Flavinha, excelente mesmo este conto! Excepcional! Nossa, tem algum tempo que qui não venho, mas mudou tua forma de escrever?

Quando terminei de ler a primeira coisa que pensei foi "Queria ter escrito isto!"

A observação dos copos foi ótima! Sempre largamos todos os copos em todos os lugares. E a tua frase hoej me alertou pra algo importantíssimo:

Quem disse que nosso par perfeito tem que ser perfeito?

Parabéns, Flavinha!

P.S.: Affff, quanta gente aqui, hein? tá na hora de começar a cobrar! Hehehehe.

Anônimo disse...

menina,descubri seu blog,amei.Adoro seu jeito de escrever...bjo

Flávia disse...

FER, não mudei a forma de escrever não - mas, como tudo é cíclico, esse texto inaugura o ciclo das pequenas crônicas do cotidiano, mais despretensiosas, mais leves... e eu tinha certeza de que você ia gostar, sabia? ;)

ANÔNIMO, bem-vindo por aqui, volte sempre que quiser - será um prazer. Na próxima com nome, pra gente conhecer vc também, ok? =D


Beijos!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Existe um lugar onde
todos os sonhos se realizam
a Felicidade é constante
e o sentimento maior é o Amor
este lugar é o seu Coração...
Procure nele e você
encontrará as respostas pra tudo.
Bom final de semana

Zandali disse...

flávia... esse texto foi umas das coisas mais singelas que já li! se todo mundo prometesse isso e cumprimesse a vida seria suave e feliz!

beijos mil!

Mary West disse...

Ultimamente p/ mim qualquer tipo de amor é lucro. Tou carente.

Elcio Tuiribepi disse...

Engraçado o texto, bastante impregnado de cotidianos, lembrou um pouco os contos do Veríssimo...um abraço na alma

Thiago Rodrigues disse...

sabe de uma coisa? ficou ótimo.

Roberto Ney disse...

simplesmente incrível seus textos. Você conquistou um leitor de carteirinha...
grande abraço
http://ocomcopo.blogspot.com/

Fezzoka disse...

Ai ai..

Lindo, transparente e mto verdadeiro.


Como sempre tu escreves com a alma.. e não poderia ser mais bonito.

Beijo.

Nanda Oliveira disse...

Minha amigaa...Ri muito da crônica, adoro ler, principalmente quando se escreve espontaneamente(não ligue para os meus erros ortograficos, sou preguiçosa mesmo XD).
Também escrevo, mas não tanto quanto vocÊ...Já pensou em arranjar uma editora??
Parabénss!
Vou continuar lendo seus contos.


Bju :*

Lu´S disse...

adoreiiiii ... o inicio é perfeito...!! ARRASOUU

Lu´S disse...

adoreiiiii ... o inicio é perfeito...!! ARRASOUU

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Sacha disse...

lINDO, LINDO... AND BE HAPPY FOREVER...OU ATÉ QUE A SORTE OS SEPARE, RS
FORÇA SEMPRE

Sacha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Claudia disse...

Putz, gosto do jeito como você escreve. Essa ideia de "até que a sorte os separe"... acho que é assim mesmo, ainda que ele sonhe com um monte de coelhinhas da playboy... Ainda que eu nunca vá deixar de falar com aquele ex-namorado lindo rsrs. Eu vou te seguir já já. Um beijo.

Thay. disse...

Vale comentar três anos depois? Hahaha.

É que eu sempre te leio quietinha, né. Mas li esse texto hoje, e, Flavinha, que coisa mais lindaaaaaaaaaaaaaaaaaa! Não consegui ficar em silêncio diante de tanta doçura.

Um beijo, menina bonita.