quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Acordes

Tuns e tás, blins e blens.

Soundtrack: Lucas Santana - Mensagem de Amor



Tu, longe, tão longe. E há um violão desafinado aqui, ao meu lado.

Arrisco um acorde, ouço meu coração que bate meio rock, meio bossa, meio qualquer coisa assim sem jeito, meio sem saber o que fazer com as mãos – e minhas mãos transpiram, suam frias, escorregam macias e sem pressa entre tantos tuns e tás e blens e blins, quase toco teu rosto com esses meus dedos úmidos desajeitados. Há um beijo tímido na ponta do meu indicador, leva contigo; é teu, e todos os outros que por descuido ficaram por aqui, nos dedos, nos lábios ou na intenção. Arrisco um acorde, blins e blens, as cordas riscam na minha pele as notas do teu nome; eu me deito sobre esse leito de sons, acorde-me para os teus sonhos. As notas que vibram nesse espaço vêm do meu desejo pelo teu ritmo, abre os braços, sentes? É a minha respiração repousada na tua, suave, feito canção que espera para nascer. Dedos úmidos desajeitados, meus, escorrego macia entre os teus tantos; vem. Tuns e tás, blens e blins, meio-rock-meio-bossa, coração, eu assim meio sem jeito – descompassada, ora aguda ora grave, ora certa ora inversa, blins e blens, ouves? Eu te amo.


75 comentários:

Dj Magu disse...

pq nao vem entao? =D

sera muito bem vinda!

beijo!

Dj Magu disse...

vixe =/ fodiz

se depender de mim vai ter varios posts e varias fotos tb =D

qualquer coisa ad ae
magubelinelli@hotmail.com

=D

Paulo R Diesel disse...

É só tocar Flávia?
E os sons assim, de bom gosto.
Afinados ou desfinados.
Deve ser o amor..

Beijo.

Kátia Flávia disse...

Que lindo teu template. Babei :D~~~~~~~

Com certeza, passarei a acompanhá-la. Este texto me ganhou!
=*

*Lusinha* disse...

Uma dos embalos do amor?
Bjitos!

sandro caldas disse...

Será que este texto tem algo a ver com uma certa conversa?
Grande beijo!

Luiz Calcagno disse...

Tudo num fôlego só, num único parágrafo sinestésico, cheio de música quente e beijos harmônicos. Belo. =)

Juliana disse...

Muito lindo o texto... eu não me arriscaria a tocar nada pra conquistar alguem ou pra dizer o que eu sinto, no máximo cantar, sou uma fraude com instrumentos de corda!

Beijossss

Jana disse...

E eu amo este blogue.
Cara, AMO!
Se eu fosse um blogue, pediria o teu em casamento.
Hahaha.

Flavinha, duas coisas:
Sobre a 3:AM, tu pode mandar o que quiser (conto, crônica, poesia, frases de impacto, receitas de bolo, bula de remédio) porque tudo o que a senhorita escreve encanta.
E sobre o meu post, da publicação e tudo e tals, fiz praticamente pensando em você: manda teus escritos prá eles, mulher!
Vão ser aprovados certo!

Beijinhos açucarados
:)

Rodrigo Carreiro disse...

Toda singela...

A Senhora disse...

Flávia, uma hora a gente resolve aprender a tocar do jeito certo, os dedos vão seguros como o caminhar da vida e o descompasso sempre vai ser proposital, olhar maroto, só para ver se alguém percebeu a travessura musical. O "eu te amo" vai ser só um refrão perdido na letra da vida, muito mais profunda do que uma frase de três palavras.

beijinhos, menina.

Mai disse...

Flávia, é isto. Que é isto? Cadê o livro?
Sem palavras, sem respiração, simplesmente fantástico.
Eu, sou suspeita.
Amo tua escrita.
Bárbaro este texto.
Já nem sei, quantas vezes escrevi isto: "dos melhores que lí."
Tu te superas a cada dia, a cada texto...
E olha que eu disse:
No wors. Breathless!

Carinho.

meus instantes e momentos disse...

muito bom.
Inspira vir aqui.
Maurizio

R.Vinicius disse...

You'd be so easy to love :) Tua canção sobrevôa o céu caminhando com o vento, busca, busca, busca encontrar a outra canção e ela toca, toca pra você :)

Abraço,

R.Vinicius

Ana Lu disse...

Que lindo, o amor..
Eu não tentaria chegar perto de algum instrumento, provavelmente daria um foraa enorme, não sei mesmo..
Pra variar, lindo o texto. Fico boba como vc consegue colocar todas essas sensações em palavras
;D
Bjos

Flávia B. disse...

MAGU,

Espero pelas fotos, então! A gente se fala melhor no MSN :)

PAULO,

Deve ser ;)

KÁTIA FLÁVIA,

Bem vinda por aqui, moça. E devolvo os elegios: adorei seu blog à primeira lida!

LUSINHA,

Um dos, rs.

SANDRO,

Tem! =D

CALCAGNO,

É que gente, gente mesmo, é assim, pura sinestesia. A gente só esquece disso mas, quando lembra... tudo vira música.

JUJUBA, ANALU,

E quem disse que eu toco alguma coisa decentemente? ;)

JANA,

Ah, linda!! O meu blog seria feliz para sempre com o seu, rs! Comecei a desenvolver um texto para a 3:AM, vou mandar assim que terminar. Porque é convite seu, não dá pra não caprichar!

RODRIGO,

Totalmente =D

MI,

'I hope so' minha hora chegue logo, querida... o 'eu te amo' melhor dito não é esse das três palavrinhas, e também tenho aprendido essas pronúncias outras, mais genuínas...

MAI,

Ah, que linda! E eu sou suspeita pra te agradecer, e tenho muito a agradecer... obrigada, minha flor. Por tudo :)

MAURIZIO,

Seja sempre bem vindo!

R. VINÍCIUS,

Eu sempre fico sem palavras para tanta gentileza. E essa música, bem, ela não sai da minha cabeça :D

Beijos a todos!

Sunflower disse...

Flah, eu já li isso? Lembro de um texto seu com onomatopéias musicais.

Bom, deve ser outro, ou o bis, ou o rare hidden track. Os últimos são os melhores.

beijas

Flávia B. disse...

SUN, o texto era outro, com onomatopéias cardíacas, na verdade - foi aquele que postei no Coletivo, acho. Mas devo ter postado um aqui também, que tinha um tic-tac-tic-tac-tic-tac... e eu estou morrendo de vergonha de vc, porque te devo infinitas visitas, entro lá, leio e saio na maior cara de pau, tenho infinitos comentários pra afazer, todos aqui devidamente arquitetados na cabeça. De hoje não passa.

E SANDRO, era esse o dito textículo que eu estava escrevendo enquanto a gente conversava. Por isso aquele papo de praia e violão, e a música obstinadamente no repeat, rs...

Beijocas!

Mr. Ziggy disse...

Eu até dancei um dois-pra-lá-dois-pra-cá com suas palavras. Toca e canta mais pra eu ouvir? Beijo!

eliane disse...

Se não me engano, esse texto é uma confissão apaixonada.
Feliz daquele a quem está endereçado.
Você é ótima, querida.
Amo as leituras desse blog.
beijos

Mary West disse...

Música para todos os momentos. Trilha sonora devia ser mesmo obrigatoria em nossas vidas.

Duuh!. disse...

ai que lindo, ameei seu textoo, megaa criativo.

valeu a visita, que bom que você gosto do texto.

^^.

beijo

Bandys disse...

Flavia,

Voce arraza nos seus textos, moça.
Parabéns!
Beijos

Luciana disse...

Aí qu fofinho!
Suave como a brisa...

Bill Falcão disse...

Uma canção que espera pra nascer! É um grande lance! Pra se juntar à trilha sonora das tuas palavras!
E um bjooooooooooooooo!!!!!!!!!

*Raíssa disse...

Amei o texto, Flavinha! Faz-me lembrar muito de alguém.

Beijos!

Márcia(clarinha) disse...

E amar é tão sonoro que cabe em qualquer batida e dança em todo ritmo, amor e mais um, sinfonia perfeita...

lindo dia flor
beijos

Chantinon disse...

Lindo!
Me pareceu uma música do Pato Fu que ainda não existe.
Mas tava um tanto sensual para essa banda :)

Bjs.

.Dazinha. disse...

Ahhhhhhh e esse " Eu te amo", nem era necessário, pois em cada frase havia um deles escondido, sorrateiro, quase querendo pular, mas mantendo-se na surdina,rs.

Lindo lindo e lindo texto! :)


Mil Beijos

Anna Bueno disse...

Flacinha,
Se me permite dizer, vc escreve bem pra kct...Onomatopéias nos lugares certos, é o sentimento materializado em letras. Parabéns novamente!
Bjos

Janaína S. disse...

ouves? Eu te amo.


Hoje eu não vou comentar nada não.
o texto dispensa ;)

beijo grande.

Flávia B. disse...

ZIGGY,

Sem dúvida, moço, aqui a música não para. Bem vindo!

ELIANE,

Obrigada, querida... eu sinto um aconchego muito grande cada vez que vc vem aqui, sabe? Como se fosse um cafuné, não sei explicar muito bem, mas é bom :)

MARY WEST,

Devia mesmo!

DUUH, BANDYS, LUCIANA, RAÍSSA, JANAÍNA S.,

Obrigada, meninas!

BILL,

A trilha sonora da minha vida está assim, cheinha de sementes de cnações :)

MÁRCIA,

Pois é... o que será que se passa com quem não se permite ouvir essa música, né?

CHANTINON,

Sensual? Ui!

ANNA,

Permito sim senhora, e te agradeço muito. Obrigada! :D

DAZINHA,

Pois é, acabou que ele não agüentou: escapou ;)


Beijos!

julio de castro disse...

"amor é música", só pra ser óbvio.

Jaque Lima disse...

entre vários acordes, você encontra sua melodia, e toca o ritmo. deixa que ele ouve e aparece, pra pegar os beijos que esqueceu por aí.

beijos!

João da Silva disse...

Lindo, simplesmente lindo. Que dizer?
Beijos carinhosos do João

Anne disse...

Que lindo, mana! Tão doce e meigo como vc. Até perdi as palavras para comentar, como se traduz um sentimento tão bonito? Palavras são falhas, muitas vezes, não acha?

Perfeito! Lindas palavras, linda vc! Amo-te muito! Bjos

Cláudio dos Santos Júnior disse...

Quanta inspiração! Poxa... meu violão tá quebrado já faz um tempão. Tô com uma saudade... Beijo.

Vinícius Aguiar disse...

Nossa!! Fantástico, esplêndido!!
Um texto passível de muitas interpretações, coisa de gênios como você Flavinha!

Lindo demais, parabéns!

minicontosperversos disse...

Parece aquele trechinho do Cazuza do tyempo do Barão, em que tomamos a liberdade de trocar reagge por blues:

"Eu vou te mandar um recado
Um blues bem arranhado
Alucinado de amor
Amassado num guardanapo"

Sieger disse...

Muito cookie!
Migrei pro blogspot!
Saudades de ti no msn

Flávia Rocha Hoelz disse...

Putz, seu blog é "ducasss..."!!! Bom demais. O template é lindo. Amei o espaço. Voltarei inúmeras vezes.

R. disse...

Uau, moça! Declaração com violão não é pra qualquer um, ele devia ir, no tom certo, afinado, em dó maior.

Parabéns.

Bjs

Carol disse...

Uma palavra: faleci *.*

Carol disse...

Ah, só para constar: me ufano de posts com memes e derivados ;D Se for gigante igual ao 101 então, me esbaldo. aha.
Me chama de louca, nem ligo .D

Adriano Queiroz disse...

Que beleza.
Escreves bem mesmo.

Tem um teor sensual aí.

Abraços.

Leonardo Werneck disse...

O que importa se desafanina na música se a letra fica impecável pra quem ama?


Beijo

Nem Li disse...

Meu coração bate totalmente ROCK!
Rock rules!

Van disse...

Você anda tão onomatopeica!!!!!!
hehehe
Beijucas

Flávia B. disse...

JÚLIO,

Eu gosto do óbvio, sabe? Simplifica...

JAQUE,

Será que ele vem? ;)

ANNE,

COMPLETAMENTE falhas. Tem coisa bem melhor pra traduzir o que a gente sente. Amo vc!

CLÁUDIO,

Não seja por isso, o meu tá aqui quase completamente sem uso... só marcar um dia que a gente se encontra pra uma parceria como aquelas de antigamente :)

VINÍCIUS,

Obrigada, querido!

GUS,

Deu até umas vontades de trocar a soundtrack, mas aí viria o tal do reggae... então fico com a quase-bossa do Lucas Santana e com o seu blues arranhadinho, muito mais música para os meus ouvidos.

SIEGER,

Acho que hj eu entro - aí vc me atualiza e me diz o que é cookie, tá?

FLÁ,

Amigaaaannnn, vc veio!! Volte sim, vai ser um prazer. Se não voltar vou aí te pegar pelas orelhas - não deixo mais vc sair da minha vida! =D

R.,

Ele vem. Se não vier, eu vou. Mas algo me diz que essa música sai ;)

CAROL,

Hahahaha, 'faleci' foi ótimo!

ADRIANO,

Hum... acho que deve ser porque gostar é sensual. Obrigada pelo elogio!

WERNECK,

Disse tudo.

NEM LI,

Rock rules!

VAN,

Deve ser a lua, rs.

Beijos a todos e excelente fim de semana!

Cara de 30 disse...

Se o violão desafinado toca assim, imagina o que estiver afinadinho, hã?! hehehehehe...

primaverasdesetembro disse...

inesperado Flávia,simplesmente inesperado.esquizofrenizar é bom é lindo é fantasioso.entendeu meu neologismo?..

=]..não é mt difícil


flores.

Fernando Ramos disse...

"As cordas riscam na pele as notas do teu nome."

Vamos brincar de forca. Por acaso neste acorde ou as notas tem o Sol e o Lá? Porque se tiver, já entendi tudo. kkkkk.

Beijocas, Flavinha!

Nadezhda disse...

O 'eu te amo' finalizou tão bem o texto. Ou melhor, senti que 'suavizou' o texto.

;)

Gin e Rum disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gin e Rum disse...

Saudações cara mia...

Afinadíssima você hein.

Gosto de você... sempre intensa...
Mulheres intensas fazem-me sonhar alto... distante...

És especial como poucas...
Beleza é o privilégio de muitas mas, mesmo sendo um dom admirável, não exercem grande influência sobre mim... porém, tenho que confessar, charme e sensibilidade atingem-me em cheio... e charmosa e sensível como tu és, poucas são.

Há sempre um lugar na minha mesa, aguardando por uma mulher como você.

Um drink. Ao seu encanto.

Do seu admirador.

Rum.

Daniel disse...

Acordes sedutoramentes convidativos... rsrs. Bjus e bfs.

http://so-pensando.blogspot.com

CARLA ROCHA disse...

O toque perfeito já aconteceu no coração...Beijo grande!

felipe lima disse...

muitas palavras sobre melodias saltando por aí...

Welker disse...

Prefiro ouvir a tocar algo no violão. Entrelinhas? Talvez...

RitaCarolina Ellert disse...

Meio-rock-meio bossa!

;)


Bjss

Three Love´s disse...

lindo,
diz pra mim, onde encontro um livro com uma coletânea dos textos seus?

b.e.i.j.o.s.

Querido Diário Otário disse...

Lindo *-*
Adorei esse post, tão perfeita as tuas palavras. Parabéns.
E seu blog é lindo : )
Se não for incomodo, como tu fez essa assinatura que tem em todos os fim de post? Achei tão legal :D

Beijão!

Kari disse...

Ai que lindo Flavinha!!!!
Mas sabe, tem uma musiquinha que não é lá essas coisas, mas que tem uma parte que acho linda. É quando ele diz: "quem foi que disse que pra tá junto precisa tá perto?"
E talvez eu ache mais lindo, porque eu consigo entender perfeitamente o significado dessa frase. Assim como essas tuas belas palavras...

Beijão

Patrícia Lage disse...

Amor vem disso, sobretudo, né?!
Nasce de música, vive de música, acaba com música. Ô amor danado de tanta melodia... rs!

Amor é a (melhor)música.

Beijos, flor, e todo o amor no som da minha flauta.

Palavras de um mundo incerto disse...

É uma linda declaração de amor!

Beijos querida!!!



Marcos Seiter

Flávia B. disse...

CARA DE 30,

'Hã?' só me lembra 'hã, que água?', hahahaha!

PRIMAVERAS DE SETEMBRO,

entendi, e adorei!

FERNANDO,

Tem, Fernando, tem, rs!

NADEZHDA,

'Eu te amo' tem desses poderes :)

RUM,

Pois é um prazer dividir a mesa e fazer um brinde com vc, querido. Tintim! :)

DANIEL,

passando pra ler =)

CARLA,

Melhor ainda quando acontece um dueto...

FELIPE,

Já reparou que alguns temas ocorrem em surtos aqui na blogosfera?

WELKER,

eu diria geralmente... mas para bom entendedor, um olhar basta...

THREE LOVE'S,

Infelizmente esse livro não está nas prateleiras ainda... ainda! =D

QUERIDO DIÁRIO,

Vou passar aí pra te explicar, certo?

KARI,

Agora vc me deioxu curiosa pra saber que música é essa... mas que é verdade, é!

PATI,

Eu amo vc!

MARCOS,

Obrigada!

Beijos a todos!

Glau Ribeiro disse...

Huuummm, bom demais sentir essas notas num é? Sossego que dá quando tem abraçado e aconchego. A música se faz silenciosa nessa mistura toda. Gosto de ouvir essas músicas, Flavinha.

Faz tempo que não tocam. =/

Beijos, fofa!

João da Silva disse...

Só quando não há amor (sentimento lindo, que ao chegar ao coração humano passa por um prisma e se traduz em várias cores, como amizade, companheirismo, fraternidade, etc.) é que existem os ditos bridgeless chasms; caso contrário, o que é o tempo, o que é a distância, o que é qualquer tentativa de suprimir duas almas próximas de se (re)encontrarem?
Beijos carinhosos do João

Flávia B. disse...

RITACAROLINA,

Meio-bossa-meio-rock tb serve ;)

GLAU,

Por aqui tb fazia tempo que não tocavam. Ou eu é que não queria ouvir. Parei de me fazer de surda...

JOÃO,

Mais uma prova de que a vida é simples... a gente é que complica :D

Beijos!

Altamir disse...

Texto riquíssimo, em perfeita sintonia com a trilha sonora! Mais uma vez acertou em cheio na combinação assunto/tema musical! Beijão!

Dj Magu disse...

post novo sobre o BlogCampBa ^^

Tyr Quentalë disse...

Um jeito diferente de mostrar a saudade, de uma pessoa que não ousaste se arraiscar mais do que simples acordes. Um jeito diferente de dizer que ama esta pessoa, mesmo não tendo demonstrado antes, mas que demonstra agora.

Anônimo disse...

No timbre de minha guitarra, evoco sentimentos e os traduzo em emoções
Meus dedos entrelaçados, nas cordas de minha alma, excutam uma canção
Através deste tema, dedilhado em poemas, descubro a pauta de nossa existência
E dedico a você, a música que fiz,
e tocarei mesmo ciente que possa ser em vão
Todavia em meu coração...não
(Escrevi baseada no seu texto que AMEI)
Ana Cárita

Glau Ribeiro disse...

Então Flavinha, eu sou danada pra falar de distância, e de covardia e de saudades.

A distância por vezes me acalma, por vezes me devora inteira, por vezes me deixa inquieta querendo encurtá-la.

Ai, a gente faz assim: escreve. Fala. Joga fora. Cospe. Até guarda. Pra ver se ameniza o coração.

E xô contar segredo pra você? Eu amo também, menino lá de longe, que nunca vai ser meu, mas que eu tenho comigo guardadinho no coração. =)

Beijos!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,