sábado, 7 de fevereiro de 2009

Carta Para Minha Mãe

"Te guardei nove meses dentro de mim.
Te desejei... te planejei... e, enfim, você chegou.
Te vejo nos teus dez anos de idade e vejo agora
que meu sonho é uma doce, bela realidade:
sou sua mãe.
E te desejo um futuro num mundo melhor,
onde os homens se amem bem mais e
onde você também tenha direito ao seu espaço,
onde você possa ser feliz
com suas esperanças e realizações.
Seja feliz, minha filha.
Todo amor de sua mãe,
Graça Brito. "


Escrito pela minha minha mãe há 20 anos
numa página de diário que me acompanha vida afora,
porque carrego o amor como amuleto.


Soudtrack: Elis - Como Nossos Pais

Oi, mãe.

Não se preocupe comigo, cheguei bem. A viagem foi longa e cansativa, mas você conhece a sua filha e sabe que ela aguenta qualquer tranco, a sua filha aprendeu direitinho as lições que você ensinou – a sua filha só não aprendeu ainda a contar moedas e a não aceitar doces de estranhos mas um dia, quem sabe, ela aprende.

Eu juro que estou me alimentando direito e cuidando de mim e das minhas coisas como você recomendou, você ficaria orgulhosa de me ver, tenho certeza, nem pareço aquela coisica destrambelhada que só não largava a cabeça pelo meio da casa porque está grudada no pescoço, e que esquecia de comer e trocava o dia pela noite, agora até dormir eu durmo. E vou lhe dizer uma coisa, a senhora deve ter muito prestígio lá com Deus: ficaria feliz em ver o quanto estou sendo bem tratada, as pessoas todas são muito gentis e me ajudam de um jeito que só você vendo mesmo, mãe, contando ninguém acredita, mas eu digo pra você, eu sei que cada uma dessas mãos que me afaga é você cuidando de mim. Eu sei. Eu sinto, eu sinto você aqui comigo, mãe, segurando a minha mão pelas ruas dessa cidade linda. Aqui é lindo, mas aí é muito mais bonito e sabe por quê? Porque aí tem você, e eu sinto tanta falta de olhar para o seu rosto miúdo, mãe, eu sinto tanta falta, e nessas horas eu percebo o quanto estou longe de casa e quase me desespero e não consigo não chorar, e me sinto tão, tão pequena. Eu sinto falta do seu radinho ligado todas as manhãs e do pleque-pleque-pleque macio e ritmado dos seus chinelos, do seu cheirinho bom de lavanda, mãe, e até das coisas que eu pensava que não gostava mas que descobri que fazem parte do amor imenso que eu carrego por você nesse peito meu que é chão de fazer amor crescer. Eu me sinto tão pequena, mas aí eu me lembro do quanto você é grande e entendo que não posso ser pequena sendo você gigante assim, e é quando crio forças pra me agigantar também.

E há tanta coisa ainda que eu queria dizer, mãe, mas você conhece a sua filha: sabe que ela, nessas horas, tropeça nos próprios sentimentos e o que deveria ser palavra vira uma boca muda e dois olhos úmidos, eu queria mesmo te abraçar e aí, eu sei, você entenderia tudo que eu estou sentindo. Mas não se preocupe, a sua filha está bem e feliz, e cheia de novidades e surpresas, e de histórias também. Eu já conheço muita gente, você sabe, eu falo muito, e o trabalho é tão bom que nem vejo o tempo passar, e aqui é bem diferente, mas veja só!, é ao mesmo tempo tão parecido com a nossa cidade... e tomei chimarrão e comi umas coisas que não sei o nome, mas vou descobrir pra lhe contar. Essa é uma fase de descobertas, mãe, e você sabe: a sua filha não tem medo de nada e aguenta qualquer tranco. Ainda não sei se esse aqui é o meu lugar, mas sei que algo me trouxe para essa terra e eu preciso descobrir por quê, e é por isso que eu não vou voltar, mãe. Eu vou ficar aqui, mas cada dia que estiver aqui eu vou estar aí também. Porque o mundo é grande, mãe, mas eu sou maior.

A benção, mãezinha. Amo você.

Todos os beijos do mundo.

75 comentários:

Nataliinha disse...

Que bom q tua vida no Parana anda bem .

To prescisando disso, mudar de ares !

Beijos

fred disse...

Belíssimos textos, Flávia, o seu e o de sua mãe.
Fiquei comovido.
Beijos

Mai disse...

Ah! minha querida...
'segur'a onda'!
E não vale dedo no olho nem chute abaixo da linha da cintura...
Pô, Flá, fazer a pessoa aqui chorar em pleno sábado!?

Flá, Tua mãe vai ficar bem, teus irmãos idem.
Cuida-te.
O quanto te gosto?

Tu sabes.
Love U.

Paulo R Diesel disse...

Uma bela declaração à mãe.
Algo te trouxe para mais perto. Até chimarrão ja tomaste.
Bem vinda ao sul.

Tecnenfermaginando disse...

nossa, flávia,
acabei me transportando a um passado distante...

minha mãe qdo faleceu, já no finziho dos dias me preparou um diário e me entregou,
só me pediu que o lesse qdo não estivesse mais aqui.

são 4 anos de ausência.

quatro anos que não mexo naquele caderno.


ainda não me sinto preparada.

talvez um dia.

quem sabe,


forte ab,

teresa

Duanny!. disse...

ahh, que acho que ficar longe da familia é sempre ruim, sei que você já é maior de idade e tudo mais, só que eu que tenho 15 anos não me imagino londe da veia aquim nem 2 quarteirões, imagina só estados. oO
mãs faz uma falta né?!
adoreei, e que bom que tá tudo dando certo pra você, fico feliz =D

beeijo.

Tecnenfermaginando disse...

*alguns erros de digitação

*alguns sentimentos aflorando

Monday disse...

bom ter certeza que você está bem, menina, embora soubesse que seria assim ... você não sabe porque te tratam tão bem, assim quase que de graça? preste atenção ao olhar-se no espelho e veja o brilho a mais que a imgem reflete ...

mundos novos são bons desafios para o espírito e para novos aprendizados ... você terá os seus agora e vai deixar aos que te rodeiam aqueles que já traz consigo ...

mas é bom quando se confirma a certeza que se tem ... e não poderia ser diferente: o mundo sorri em espelho quando você sorri pra ele ...

bjks e muito carinho

Lilian Dalledone disse...

Ai, deu uma saudade louca do colo da minha mãe, que tá bem pertinho da sua...
Se cuida.
Beijos

Van disse...

......
Simplesmente LINDO, twin amada!
Simplesmente SUBLIME!!!
Como você, como tua mãe, como tudo o que te forjou assim tão humana e doce e fortaleza e fragilidade.
Tão maior. Mesmo. E quantas vezes eu mesma já te gritei isso? VOCÊ É MAIOR! VOCÊ É MELHOR! E isso vem de longe.
As bases certas, percebe-se, vc já teve. O resto, amor.... lhe virá!
Beijucas e boa vida nova a experimentar com todos os sentidos.
Amo-te.

Linda!

Afobório. disse...

versos puros e leais, maravilhosos os dois.


sorte e luz.

Márcio Almeida Júnior disse...

Parabéns pelo texto, Dra.
O estilo mais rico é o mais despojado.

A Senhora disse...

Aeeeeee, menina!

Gostei de ver! Qualquer mãe adora ver o filho ganhando mundo, conquistando espaço! E tenho certeza que a sua, embora derrube algumas lágrimas ao ler, talvez seja de saudades, mas o orgulho de ver você conquistar o seu espaço explode no peito!

Eu, embora não seja sua mãe, estou orgulhosa de você! :)

Beijos!!! Montes deles!!

Welker disse...

Espero que a última frase tenha sido uma metáfora... eu tenho medo de gente maior que eu! :O

Fernanda disse...

que lindo
tua mãe deve tá com um baita orgulho=p

Mauri Stern Boffil disse...

Boa sorte por aí e ainda não admito vc ter ido sem termos comido tacos e burritos antes... =/
nhé.
Ei, o bombom azedou...
Beijos

Mariana disse...

fiquei emocionada flavinha....

estou contente que esteja dando tudo certo e que sua mãezinha está sempre por perto nos afagos alheios...

beijoooooooooooooooo

Patrícia Lage disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patrícia Lage disse...

Ei, Flá...
Que linda carta! Lembrei-me do meu pai, que está tão perto da tua mãe, né?!

Olha, a gente bem sabe sobre a relatividade da distância, não é mesmo? Então, e eu tenho plena certeza de que você é tão maior que este mundo, tão maior que os teus 1,60 e poucos centímetros, que não tem vez pra distância e não há lugar nesse mundo em que você more e esteja longe da tua mãe. Ou de qualquer pessoa que te ame e tenha esse privilégio.
Você pode estar no Pará ou no Paraná, e mesmo assim, estará do lado de quem tem amor. Porque amor é união, sempre.

Eu exijo que você seja feliz. Em todos os instantes, em todos os momentos. Porque também é isso que você proporciona aos outros.

Sara disse...

Mães cheias de amor, açúcar e afeto... Adoro mães, avós, filhas, filhos, crianças. Adoro pessoas e suas histórias. Adoro as tuas histórias.
Tempinho já que não passo por aqui, mas quero te desejar sucesso, muitos sorrisos, amores, trilhas cheias de emoção e felicidade, músicas belíssimas, coração batendo forte e toda a sorte de bênção desse mundo!
Beijos, Flávia! Fique com Deus e que Ele te abençoe sempre...

PS: Certeza que você é orgulho para os teus!

Ana Lu disse...

Mães.. sempre iguais..
E filhas, idem
;D
Lindo texto
Bjao

Jazz disse...

lindo e emocionante. sim, ela deve estar cheia de orgulho.

Kari disse...

Imagino que, se tua mãe leu essa carta, deve ter chorado muito...
Linda carta, moçinha! Tão doce a tua forma de contar as novidades, como andam as coisas...

Lindo mesmo!
E que bom que as coisas estão indo assim tão bem... Espero que só melhorem!

Beijos

Taynar disse...

Ah, as dores e as delícias de partir.
Novamente, como sempre acontece, teu texto poderia ser meu. E dessa vez, como ele poderia.

Sinto falta da minha mãe e da pele macia, que me acalentava quando eu tava num dia baunilha...

Beijos, mulher, dê notícias!

Juliana disse...

Ai que lindo!
Linda a carta
perfeita
e que bom que ta tudo certo ai no Paraná!

Ciça. disse...

Que coisa mais linda. Já escrevi carta pra tanta gente, mas nunca pra minha mãe.

:*

Dri disse...

Ai que lindo! adorei, me fez lembrar de escrever pra minha mae, que tambem mora longe. Bjos

Flavio Ferrari disse...

Em nome de todas as mães, e todos os pais, te desejo muito boa sorte.
A carta é linda.

Bill Falcão disse...

Cacilda!! Eu fico uns dias sem passar aqui e, quando chego, você atravessou o país, mulher!!
Do Pará foi pro Paraná!!
Depois conta direito isso aí, beleza?
E as cartas, da mãe pra filha e da filha pra mãe, são simplesmente SUBLIMES!!
Bjooooooooooo!!!!!!!!!!

D.Ramírez disse...

Adorei a forma com q conduziu esse post, criativo ao extremo. Lindas palavras de sua mãe, bela a forma como respondeu..rs Adorei sim.
O post q fiz sobre a Cris do brasil, na verdade foi encima de um texto dela, que está linkado, falando sobre as diferenças entre a Austria e o brasil. Peguei um tópico e ilustrei, acehi divertido.
Se me "ajudar" craindo algum situação engraçada do nosso dia a dia, ou algo que ahce q cabe no universo de minhas tiritas, será um enorme prazer ilustrar e postar, pq além de adorar aqui, irei adorar fazer um texto seu;)
Aguardo;)

Besos

Ric@rdo disse...

Você é mesmo muito maior! O mundo é seu!!
A mamãe deve ter muito orgulho da filha maravilhosa que tem.

Beijo.

*Raíssa disse...

Que linda a carta, Flávia! Torço para que tudo continue dando certo pra você aí no Paraná!

Ah, te adicionei no Last.fm :)

Beijos!

disse...

Lindacarta Flavita!
Como sempre!

Beijos elefantescos!!!
=)

Branca disse...

Linda a carta de sua mãe...verdadeiro amuleto de amor! Você foi gerada com amor, foi criada com amor e esse amor tá em vc, é vc, porque aprendeu que amor procura amor, e qto mais ofertamos, mais recebemos, por isso todo o carinho que tá recebendo é o reflexo do que está passando pras pessoas.

Sorte pra vc...esse início de adaptação é difícil, a saudade aperta, mas a vida segue e temos que seguir junto.

Ótima semana pra vc,
bjo carinhoso.

Gabriela Gomes disse...

É, Flavinha.
Ultimamente tenho "praticado" muito cartas. As palavras normalmente me faltam na hora do olho no olho, a garganta aperta e bom... eu me entendo mais é no 'papel'. Adoro cartas. Adoro!

Superbeijo.
E Feliz Sul pra ti!

Thiago Rodrigues disse...

Mamãe deve estar orgulhosa.
Abraços.

KimdaMagna disse...

..ainda agora chegou ( ao Paraná) e já está "morrendo de saudade"... me pareceu. isso prova que aí no seu peitinho, tem muito amor para oferecer...

xaxuaxo

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!

Gostei da musica (não conhecia)!


E um bem haja às mães que em tantas coisas são iguais, porém sempre únicas.

beijinhos

Ingrith disse...

Me fez pensar...

Ju disse...

menina, cheguei a arrepiar com seu texto!
lindo, lindo, infinitamente lindo de deixar sem palavras. e assim, certamente, é sua caminhada!
beijos grande da sua fã.

Patty disse...

Flavinha,

Garanto que sua mãe tem um orgulho infinito da filhota.

Beijo e saudade daqui.

minicontosperversos disse...

tomou chiumas e conheceu a hospitalidade dos "gaúchos" do sudoeste. e aprendeu a dormir com os ventos do sul.

grande aprendizado, flavinha. manda bala!

Sunflower disse...

Nhá, saudades.

beijas

.Dazinha. disse...

Diz por si, nao tem necessidade de mais nada!
Mais um destes teus textos perfeitos!


Beijos lindona!

,edysonbrandão. disse...

Mãe poeta.
Tá explicado!

Como tu mesma tisse, tu guentas o tranco: então, não há com que se preocupar.
Lindo amor de mãe. Amo a minha também, pena estarmos em planos diferentes.
Tu és ótima!

Sinta-se abraçada, mesmo que por um estranho, até então.

Jaque Lima disse...

sabe de uma coisa? me lembrei de como minha mãe acorda, e tenta não fazer barulho. mas ela fala bastante logo pela manhã, e tem a risada mais gostosa que eu conheço. depois ela pede para eu arrumar minhas coisas, e comer comida. mesmo morando longe dela. ela me liga pra ver se eu comi direito. e sinto tanta falta de deitar a cabeça no colo dela à noite. mas como você disse: o mundo é grande, mas, sou maior. e estou com ela todos os segundo da minha vida...

Beijos!

Fezzoka disse...

Flávia, eu me mudei a pouco pra SC, sai de Porto Alegre e deixei amigos, trabalho e principalmente A AMIGA mais valiosa que eu poderia ter..minha mãe ficou lá, chorando feito criança.. ela é a minha ligação mais forte com o mundo, com o amor..

e confesso que chorei lendo o texto, pq me vi em cada letrinha..


Um beijão! E força, pq as mudanças trazem coisas boas, sempre.

Carlos disse...

Achei curioso esse verso: "E te desejo um futuro num mundo melhor".

Lembrei no mesmo instante de algo que alguém disse. Esse alguém disse que quando alguém ama, esse alguém deseja e pensa um mundo melhor, para que nele a pessoa amada possa bem viver. Mas não lembro quem disse isso, sou péssimo com citações, costumo lembrar apenas a citação, mas não quem a fez.


Mais uma coisa. Gostei do visual do seu blog. Bem arrumado e elegante, simples e prático. Talvez seja muita ousadia minha perguntar isto, mas você pode me dizer como você fez para colocar aqueles links dispostos na horizontal, no topo do blog, logo abaixo do título? Achei bem interessante.

D.J disse...

Emocionada...sem palavras...e ponto final!
Beijo, flor!

PS.> Agora eu já sei de quem vc puxou o dom de escrever e mexer tanto com as emoções da gente.

Késia Maximiano disse...

E no fim, não importa quantas coisas a gente aprende com o mundo lá fora... É sempre o q a gente aprende em casa que nos faz ir além... Lições de amor, carinho, e um tanto de tudo aquilo que há de bom...

Não importa onde o nosso corpo esteja... Nosso coração está sempre com quem amamos verdadeiramente...

Um beijo enorme...

Atriz disse...

Ao ler o que sua mae escreveu pensei ser de alguma escritora que eu conhecesse, mas depois vi que é de uma escritora que não conheço mas passei a admirar!!!
e chorei, chorei muuuuito ao ler sua carta para sua mae.

vcs demonstram o carinho brotado em seus olhos.(imaginando os olhos de sua mae, pq os seus eu ja vi nas fotos,,rss)
bjs, tuuuuudo de bom pra vc ae na sua nova fase!

Gisele

Thyago David. disse...

Flávia, muito bom.
Nossa.. deu vontade de imprimir e entregar pra mainha ler... mas não, são palavras suas pra sua mãe.
Quem sabe um dia eu faço uma pra minha :)

;)

Beijos.

Kátia Flávia disse...

Eu não tive mãe. A minha foi embora muito cedo, infelizmente. Nem pude curtir essa cumplicidade. Achei lindo o texto, minha carta para minha mãe seria exatamente assim. Parabens!

Anna Bueno disse...

Flavinha,
Muito linda sua carta... Emociona, sabia?
Bjos!

Glau Ribeiro disse...

Ai Flavinha, encantando sempre. E eu estava com muita saudade. Injusto alguém ficar tecnologicamente prejudicado, sem vc! Voltei e num quero mais jejum! =D

Beeeeijo!

Luciana Andrade disse...

Mãe é mãe né....
Gostei daqui!

NiNah disse...

Que orgulho sua mãe deve ter de ti.
Querida, tem prêmio pra vc.
Beijo grande

Palavras de um mundo incerto disse...

oH, GURIA, QUE CARTA EMOCIONANTE!

NÃO TEM COMO A GENTE LER E NÃO SE EMOCIONAR PELA IMENSIDÃO DE SEU AMOR PELA TUA MÃE. LINDO, GURIA!

BAH, CHIMARRÃO É BOM MESMO!

JÁ TOMOU ELE NUM FIM DE TARDE NUM PARQUE?

HEHE

Beijos pra ti e boa semana!!!


Marcos Seiter

Rosa Canela disse...

Que declaração linda ...ameii ...

ótima semana ...

Beijos Rosa Canela

Fee disse...

Lembrei da minha.
Sinto falta dela, do tempero, de vê-la com rosto de espera. Minha mãe já não mora comigo há 5 anos. Sinto falta dela entrando em meu quarto, abençoando-me. Sabe de uma coisa? Seu texto tocou profundamente.

Beijos

Luiz Calcagno disse...

Cara de alho! 60 comentários. E 61 agora. Espero que você me veja aqui. A poesia da tua mãe me deu lágrimas nos olhos. Muito linda mesmo. Desculpe a ausência. Estava trabalhandpo muito. Não consegui escrever por quase quatro semanas. Estou por aí... te importunando, ok? Abração

Insensato disse...

lindissima, tocante, emocionante sua carta..De dar orgulho ser mae..

Salve Jorge disse...

Feliz sua mãe
Que só as mães são felizes
Dizia o Cazuza
Ainda que isso tenha matizes
Melhor são as coisas confusas
E as palavras que usas
Pra mostrar de fato
A grandeza do contato
E vossos ares de musas
Ante tantas coisas obtusas
A magnificidade
Da maternidade
Da recíproca felicidade
No trato
No tato
No tanto
Tão pronfundo
O canto
Me encanto
Com a grandeza do teu mundo
E dos teus passos...

Nathália disse...

Agora tá explicado de onde veio a facilidade e a beleza da sua escrita, criatura!
Herança de mamãe.

Beijo!

Bia Kohle disse...

Muito bonito esse amor de mãe com filha e vice cersa!
Só não é mais bonito do que o seu amuleto cuidadosamente e especialmente preparado à 20 anos...

Beijos...

\"Kahbia" e "Eu Não Consigo Odiar Ninguém" atualizados...

Garotas Nada Vazias disse...

E me fez pensar e ter mais certeza que minha mãe é sim importante.



"Só as mães são felizes". (Cazuza)

Gertrudes disse...

Belíssimo texto, Flávia. Parabéns. Emocionou-me muito.

Annanda Galvão disse...

Tudo tão lindo!
Tudo tão cheio de verdade e de vida que sente!!!
adoro tudo aqui!
beijos em vc!

Ingrith disse...

Bom carnaval!

Dona Maria disse...

Que emocionante. O dom de escrever bem vem de família. E eu lhe desejo sucesso :)

Solange Maia disse...

Flavia,

Você escreve MUITO.
MUITO.
MUITO.
Fiquei maluca aqui no seu blog.
Li seus textos, virei seguidora e ainda salvei nos favoritos.

Sorte a minha de ter passado por aqui !!!!!

Parabéns !

Quando der visite meu blog também :

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Beijo,

Solange Maia

Caroline Ribeiro disse...

Não tive como não chorar...

Rafhitch disse...

Fico feliz em saber que você está se saindo muito bem longe de sua terra.

Desejo tudo de bom em sua nova jornada viu?

Beijão Doce Flávia!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,