sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Sobre Amor e Outras Luzes


Soundtrack: Eels - My Beloved Monster




Ontem, 25 de dezembro, Natal, fui trabalhar como de costume - porque médico não tem feriado nem dia santo e porque eu simplesmente não consigo deixar de passar no hospital para avaliar os pacientes internados. A verdade é que nem precisava ter ido já que o plantonista que segura as pontas nessas datas estava por lá, mas fui - e, depois de passar a visita nas enfermarias, resolvi dar uma esticada até o shopping mais próximo a fim de pegar um cinema, coisa praticamente impossível durante a semana. Nada de filmes-cabeça ou produções oscarizáveis: a idéia era assistir a algo leve e sem grandes pretensões além de entretenimento, e eu já estava quase comprando o ingresso quando vi que Marley & Eu, adaptação para as telas do best-seller homônimo de John Grogan, dirigida por David Frankel (de "O Diabo Veste Prada") e que conta com Owen Wilson e Jennifer Aniston no elenco, estava estreando no circuito e que faltavam apenas alguns minutos para o início da primeira sessão. Li o livro há alguns meses e, coincidentemente, li anteontem a resenha do filme na edição de dezembro de uma das revistas que assino - e já havia mesmo me apaixonado irremediavelmente pelo incontrolável e desastrado labrador cuja história, verídica e contada pelo dono, serve como pano de fundo para uma viagem pelos caminhos e descaminhos que regem as relações entre humanos e animais e, sobretudo, entre humanos e humanos.

Marley & Eu não é um filme sobre cachorros, apesar de o seu protagonista ser um endiabrado porém adorável "bichinho" de 4 patas: o labrador de 50 kg é do tipo que destrói todos os móveis, monta nas pessoas, faz xixi em lugares inapropriados, arrebenta portas por medo de trovões, rompe paredes de compensado, baba nas visitas, arranca roupas de varais vizinhos, come praticamente tudo que vê pela frente - incluindo revestimentos de sofás, jóias, um telefone e uma secretária eletrônica - e que torna todas as tentativas de adestramento um grande fiasco. No entanto, mesmo sendo tão desajustado, Marley está longe de ser - como sugere o subtítulo do filme - o pior cão do mundo: da mesma forma que recusa qualquer limite ao seu comportamento, seu amor e lealdade também são ilimitados. Marley, à medida em que transforma a vida dos Grogan em uma fonte inesgotável de confusões, se torna um devotado membro da família e mostra que o amor incondicional pode vir de várias maneiras - algumas mais estabanadas, é verdade, mas nem por isso menos incondicionais ou menos leais. Marley & Eu, mais do que a história de uma família e seu animal de estimação, é uma história sobre amor, sobre amar alguém cheio de defeitos, como todos nós, e ser amado por esse ser; sobre o quão feliz e rica pode ser essa convivência desde que deixemos os senões de lado. É quase impossível não simpatizar com o grandalhão, não se acumpliciar com suas travessuras e não se deixar cativar por seu coração puro.

Marley & Eu é uma história para todas as idades, lindamente despretensiosa como igualmente o são os amores gratuitos, esses que nascem e independem de razões para existir. É uma história sobre tolerância, comprometimento, amizade e incondicionalidade - que ultrapassa a relação entre homem e animal e estende profundas raízes para o campo das relações interpessoais, que tantas vezes esbarram em reservas tão inúteis quanto castradoras. Uma história, talvez, sobre vida e morte, e sobre os laços que realmente importam nesse percurso que fazemos entre essa existência aqui, tão única com suas alegrias e dores, e o instante de apagar-se dela. Uma história para rir, para chorar, para se emocionar, para pensar e, sobretudo, uma história para não ignorar nem esquecer.

Ainda dá tempo de desejar um Feliz Natal, não? Afinal de contas, Natal é todo dia, desde que estejamos de coração aberto ao verdadeiro significado dessa data... Então Feliz Todo Dia a todos, e um 2009 carregado de 365 dias de boas energias e de amor em overdoses, minha gente, muito amor pra todo mundo!

Beijos!

___________

UPDATE:

Minha mãe, passando por aqui para ler minha opinião sobre o filme - já que a intimei a assisti-lo - deu uma risada e saiu-se com esta: se esse Marley fosse uma pessoa, sem dúvida seria você. Até o olhar é igual. Mães... quem pode com elas?



51 comentários:

A Senhora disse...

Menina! Eu tinha que vir aqui no Natal, né? Mas já passa da meia-noite e já não é mais Natal! Então, Feliz Todos os Dias!!! :))

Mas esta história me lembrou de hoje/ontem na hora do almoço, quando fui na casa de meu irmão, que tem um spitz-anão que me saudou alegremente, arranhando alegremente, com suas unhas afiadas, a minha perna e, coincidentemente, meu joelho machucado. Diante dos meus ais, e do ferimento provocado, lá ficou ele, assustado. Mais tarde ele foi até mim e veio me "beijar". Pequenas lambidinhas na minha mão, que estava longe das minhas pernas. Fizemos as pazes, inevitavelmente... :)

Beijinhos, querida.

Menina da Imprensa disse...

Seu amor gratuito pelos desconhecidos virtuais, irremediavelmente apaixonados pelos seus dedinhos mágicos, faz de você, também uma história lindamente despretensiosa, tão sem reservas, pura e doce como a de Marley e com comparações no mesmo nível. Marley virou figura cativante da sétima arte. Já a florzinha do Pará, vai virar o best-seller mais falado deste século... como você tem luz própria, sem dúvida, sua noite de natal deve ter sido muito iluminada. Então que no próximo ano, a senhorita seja 2009 vezes mais feliz! Vida longa a esse blog-exemplo-da-escritora-modelo. Paz, Saúde e Felicidades. A quase-jornalista-assessora-feliz, pela sua tão valiosa amizade.
Kisses

Taynar disse...

Mania das pessoas de esperar perfeição, sendo que as próprias não o são.
Eu quero o bolo de chocolate, mas ele seria tão gostoso se não tivesse aquela crostinha queimada?
Dúvido!

Feliz TODOS os dias, mulher, porquê, tu, com certeza, mereces!

Beijos

Jacinta Dantas disse...

Ei Flávia,
estou com água na boca, com vontade de ir ao cinema e seguir sua dica de filme. Seu olhar sobre a história é tão intenso, bonito...que me deixa assim, querendo rir e chorar com uma boa história.
E, se ainda é tempo de desejar Feliz Natal, desejo-lhe um Feliz Dia, um Feliz Presente - esse que vc tem agora - o momento.
Beijos

Márcio Ahimsa disse...

Minha querida amiga Flávia, creio que posso chamá-la de amiga, já que amizade nada depende de constatações, coisas de São Tomé, mas sim de sentir essas erupções do viver humano. Desejo um feliz natal de todos os dias para você e que essa vontade de amor se espalhe por todos assim como se espalhou por mim.

Beijos querida.

Dama de Cinzas disse...

Legal vc ser médica! Meu sonho era ser médica, mas ainda não descartei, apenas adiei!

Esse cãozinho é tudo de fofo!

Beijocas

Linda_Rê disse...

Eu quero assistir...
Feliz Natal!

Beijos

Mai disse...

Oi, minha linda. Este é o meu primeiro "refresco".
Precisava te ver e deixar-te um beijo e um abraço.
Flá, eu voltarei para te ler com a atenção que tu e teus textos merecem.
Sabes do carinho e admiração que tenho por ti, minha poeta e escritora preferida.
Sabes que sou tua tiete e acho que esta declaração é ridícula, mas sou. oras! (este oras, aprendi contigo).[parece que te vejo fazendo pirraça, sua doidinha]

Bem, segunda-feira, se a ANAC apertar as empresas de aviação, e elas não cancelarem os meu vôo.
Flávia, 2008 tem sido um ano especial e muito bom, o melhor dos ultimos 5, pelo menos. E, ter te conhecido, é uma das referências para esta conclusão.

Um imenso carinho e admiração.
beijo e abraço, sempre.

Van disse...

Lindona.......
Gostou dos meus singelos presentinhos? É tudo de coração, viu? Use e abuse. O quadrinho de borboleta vc pode pendurar pelo furinho no meio (conveniente o vinil pra isso) ou com fita dupla face. Só não raspe ou deixe cair qq coisa líquida nele.
O resto é pra curtir e nunca se esquecer dessa aqui que tenta ser melhor e mais a cada dia.
Beijucas e meu amor.

Zandali disse...

oi flávia!
feliz todos os dias... hehehe
preciso ver o filme! ai, ai... tenho ido tão pouco ao cinema!

beijos e passa lá no munidnho pra ler a segunda parte da história!

beijooooooooooooooooooooooos

Paulo R Diesel disse...

O livro está na estante para ser lido. O filme não preciso mais ver...

Tá foi só a tua versão sobre ele, vou lá assistir.

Feliz "todo dia" pra ti também.

Beijo

Chantinon disse...

As coisas mais maravilhosas dessa vida são as despretensiosas.
O livro é de doer a barriga de tanto rir, e de acabar com caixas e caixas de lenços de tanto chorar.
Acho até que nenhum filme conseguiria criar tantas lágrimas quando esse livro escrito da forma mais coloquial possível.

O curioso do livro é comparar TUDO que o Marley apronta com as 2 cadelas que tenho...
Desde o inicio eu preferi cadelas, pq macho é um bicho absurdamente bagunceiro :D

Overdoses de amor todos os dias para vc e todos!

Bjs!

(Escutando Zoropa do U2, o disco mais odiado deles, pra mim o melhor disparado)

EVD - off-life disse...

claro q...eu,super culturado como sou,não sabia do q se falava o filme...hauahuahauhauhaua...massabia q ele era excelente,e saiu d um livro.no mais...as mães sempre nos vêem como vc mesmo disse....com uma pessoa estabanada que dá mto trabalho,muda toda a nossa vida...mas q a gente ama mesmo assim...

achoq vejo vc assim tbm viu...


hahaha

abraço

evd

Luiz Calcagno disse...

Feliz Todo Dia! Embora os temas sejam bem distintos, ler sobre Martey aqui lembrou-me do cão das lágrimas de José Saramago, do livro Ensaio Sobre a Cegueira, que recentemente também virou filme - todo mundo deve saber. Ele é o fiel companheiro da "esposa do médico", e no entanto por vezes não passa de um selvagem entregue às circunstâncias. Enfim, já estou viajando. Abraços

Camila :) disse...

nhaa eeu vi o triller desse filmee e morro de vontade de lçeer o livro *.*

Fabrício Romano disse...

médica, qual área?
estou curioso quanto ao filme, minha namorada também quer ver mas ela odeia filmes em que os animais morrem, rs... acho que vamos acabar vendo ou o marley ou os estranhos, com a liv tyler, ainda hoje...
boas festas pra ti, bjão;.

Flávia disse...

MI,

é impossível ficar de birra com essas criaturinhas, né? Eu já tive 6 cachorros, 2 gatos, um pato, um porquinho-da-índia, uma tartaruga e dezenas de galinhas; hoje tenho um gato, apenas. Não consigo imaginar minha vida sem animais, flores e letras... Feliz Todo Dia, SEnhora Dona Bruxa mais querida!

VANESSA,

Não vale, não vale, vc me fez chorar... esse blog me trouxe muitas coisas boas, entre as quais figura a sua amizade. Obrigada por compartilhar mais um ano comigo, e Feliz Todo Dia!!

TAY,

NÓS merecemos, linda! Feliz Todo Dia para nós!!

JACINTA,

moça, assim que puder, assista. Eu talvez seja suspeita pra falar, porque amo bichos... mas acredito que até quem não tem lá muita empatia com essas criaturinhas de 4 patas vai, no mínimo, se divertir. Já quem gosta, bem... quem gosta sai da sala de exibição morrendo de vontade de ter um igual, rs. Feliz Todo Dia, querida, um Feliz Presente para você também - pois sim, sempre é tempo de desejar felicidade :)

MÁRCIO,

Claro que pode! Eu vejo as coisas assim como você. Amizade é questão de estar aberto, não? Eu igualmente desejo a você esse Feliz Natal de todos os dias, e que cada dia desses seja pródigo em alegrias... amor... paz... e grandes, grandes esperanças!

DAMA DE CINZAS,

Opa, nem descarte!! Quando retomar os projetos, conta pra nós aqui? Já estou na torcida!

RÊ,

Pra vc também, linda!

MAI,

Ah, linda, ainda bem que vc só aprendeu o "oras" e não se deixou levar pelas minhas sandices, rs! Brincadeiras à parte, tenho aprendido muito com vc... um tipo de aprendizado que cria raízes e faz uma diferença diária, nas pequenas grandes coisas dessa vida minha. A admiração e o carinho são recíprocos, imensuráveis, inesgotáveis e todos esse "áveis" que a gente não consegue verbalizar, só sentir. Tô aqui pra vc, sempre.

VAN,

Se eu gostei?! Eu chorava e ria, batia palminha, mostrei pra todo mundo, até fotografei!! Muito lindo demais... as fotos vão aparecer por aqui ainda nessa semana. Mas o mais legal, mesmo, é saber que vc me tem aí no seu coração. Eu amo vc, twin.

ZANDALI,

Feliz Todo Dia!! E vai ver sim, garanto que não se decepcionará. O filme é lindo!

PRD,

Não sei por que, mas acho que a sua versão vai ser bem parecida com a minha ;)
Feliz Todo Dia!

CHANTINON,

Cara, na hora que peguei o livro na mão lembrei de você e das suas cadelas. E quando fiz o post pensei em correr aí no seu blog pra te falar da história, pq tinha certeza de que vc ia gostar e mais, se identificar. Impossível não se identificar, não se apaixonar por esse estabanado e não amar demasiadamente mais os amigos de 4 patas que nos fazem companhia nessa vida e que nos amam de graça. É como diz o John Grogan em uma das passagens, "qual o ser humano capaz de nos fazer sentir tão extraordinários?"

Overdoses de amor pra vc e para os seus nesses dias, todos os dias que virão!

EVD,

Rapaz, se o livro cair na sua mão, não deixe passar, leia. É muito bom, mesmo, divertido e emocionante. E como assim, vc me vê estabanada?! ;)

CALCAGNO,

Sim - e, aproveitando a deixa, quem ainda não leu Ensaio Sobre a Cegueira, leia. Ou melhor, LEIA. Quanto a viajar não se preocupe, aqui pode, rs! Feliz Todo Dia pra vc!

CAMILA,

Leia, e depois me conte o que achou - duvido que não goste ;)

FABRÍCIO,

Clínica Médica - por enquanto, se vc repetir a pergunta daqui a uns meses é provável que eu já possa responder outra coisa... e eu voto no MArley, mas se optar por Os Estranhos me diz o que achou, porque tô querendo ver também. Boas festas pra vc, moço!

Beijos, muitos beijos a todos!

Paula Calixto disse...

O livro foi presente meu pra minha mãe no início do ano. Indicação do cardiologista dela. ;)

Vou levá-la pra ver o filme. Já conversamos muito sobre o livro, sobre a história e o fim desta. Mas acho que esse seu texto traduz o que ela, talvez, ainda não tenha tomado de ponto-chave do enredo.

Beijos, dra.!

Zingador disse...

Hum, estou certo que devo assisti-lo.
E sempre bom filmes que nos fazem pensar melhor sobre relações, seja quais forem elas.
grande beijo

eliane disse...

Feliz Natal, Flavinha!
Esse livro deve ser muito bom. Como não sou muito de filmes, vou ler o livro. Obrigada pela dica.
Sua mãe é ótima, mães são assim mesmo. Mando a ela um grande abraço e parabéns pela filha maravilhosa que tem.
A você e todos os que amas, um belíssimo 2009, onde todos os bons sonhos sejam realidades.
Beijos

Cadinho RoCo disse...

Muito legal sua publicação sobre o Marley e Eu. Só quem tem um animal de estimação pode entender o que de fato acontece com essa relação pra lá de surpeeendente. Feliz 2009. Se gosta d cães, lá no Cadinho vai conhecer o meu companheiro, um Boxer, o Jota.
Cadinho RoCo

Philip Rangel disse...

Pois é meus amigos, meus novos amigos é tao interessante entrar em cada blog, na qual chamo de pagina de internet, e visualizar ...ler...responder a cada postagem...quao magnifico visitar novos blogs e tornamos amigos...novos amigos em que apoio e eles tambem apoiam...participam..cada blog traz a sua essencia..que muitas vezes viajamos ;..rimos....e ate emocionamos com os textos prescritos...alguns de vcs marcam com textos informativos, texto diarios, texto mundo, tv, dicas, outros pela emoçao poemas, utilidades, cada um programa o seu jeito..por isso torna se um mundo magnifico na qual enriquecemos com cultura pois cada um demonstra seu trabalho em diferentes localizaçoes do Brasil e do mundo..
Agradeço sim a todos que me visitaram e que me visitam..a todos que ja entraram numa fria...a todos que apoiaram o retorno e apoiaram nesse ano de 2008..espero essa uniao em 2009.. pq as postagens nao podem parar...

Parabens a vc amigo blogueiro por existir e mostrar qm é voce...

abraços a todos....
e que venha 2009

Duuh!. disse...

Háaa Feliz natal p/ você tbm.
agora fiquei curiosa, meu proximo filme vai ser Marley e eu. haha

valeeu.
beeijos s2

Nadezhda disse...

Quero ler o livro e ver o filme. Exatamente por tratar dessa relação!

Te desejo Feliz Natal também, um pouco atrasado ;)

Tainá :) disse...

Fiquei com vontade de ver o filme e ler o livro, acredita? Rs.

Ah, flor, FELIZ 2009!Que este ano seja do tamanho de nossos sonhos! Tim-tim!


Beijo, linda!

ps: que linda sua profissão. Não imaginava que era médica. Lindo isso. Lindo demais.

Leonardo Werneck disse...

Ah, tô doido pra assistir. Engraçado, mas não senti vontade de ler o livro, pq achei que vc um auto-ajuda ou coisa parecida, mas depois que assisti o trailer do filme me senti um idiota completo!
rs


Beijo e bom 2009 pra ti!

Gi ... disse...

Olá vim retribuir a visita...

Tb quero assistir esse filme!!!
E qto a trabalhar no feriado, sei bem o que é isso, estarei de plantão no Ano novo, tb sou da área da saúde!!!

bjossssssss
feliz 2009

Charlotte disse...

ficarei ausente por um tempo Flavinha.

Bom final de ano!

beijos

disse...

Doutora?
Que linda!
Parabéns pela profissão e obrigada pela dica. Irei ao cinema segunda e depois te conto se gostei. rsss
Beijas!!!

Sieger disse...

Ah, quero ver na sessão da tarde...
Beijos

EVD - off-life disse...

estabanada...ahuahauhaua....talvez sem jeito...mas q planta amores que parecem nao ter fim(nem brinca d estabanada...imagina vc estabanada nas cirurgias da vida...hauahauahuhaau)

bjao...bom fim d ano

evd

Ricky Bar disse...

Venha, a porta está aberta!

Quero na verdade conhecer
pra isso limito-me a olhá-la,
Não procuro ver lógica,
nem racionalizo como ciência...
me limito a decorar teus traços
teus contornos com paciência
com a ponta dos meus dedos,
sentir-te toda, tateando como cego
teus lábios molhados, quentes
boca em sorriso aberto...


Um ótimo fim de 2008!

Patrícia Lage disse...

Entre tantas coisas que me dizem e eu não esqueço está uma observação de um professor na época de facul. Em uma das aulas de literatura, no meio de uma análise, ele nos disse que sabemos quando um homem é bom pelo apreço que demonstra aos animais. Nunca mais esqueci disso... E eu uso esse critério tbm para as minhas seleções. Não houve uma vez que não tenha falhado.

Pelo teu post percebemos o anjo em forma de ser humano que te consiste, né?! Para falar de amor assim, só sendo inteira amor tbm.
Agora só me fata ver o filme, e chegar pertinho dos teus lhos! Sábia mãe vc tem...

Meu beijo. E todo amor meu que é teu, amiga-metade.

PS= O texto tá lindo! Além de artista, vc ainda é exata pra falar de arte! Medo... rs!

Mila disse...

Flavíssima!!!
Depois destas indicações (acho que a da tua mamis foi a melhor!!!), vou assistir ao filme... hehehehe
Te desejo um excelente 2009!!!!
Beijos, te amo de montão, Mila

Palavras de um mundo incerto disse...

Guria, ontem eu fui com a pequena(Kari)ver este filme. Me emocionei. É lindo demais sentir e viver isso com os animais. Tenho saudades dum cachorro meu!

Guria, ótimo 2009 pra ti, com muita saúde!!!


Beijos querida!!!

Tony Madureira disse...

Olá,

Um médico é tudo… É médico, é pai, e irmão, é filho, é tudo. Então nestes dias…
Os médicos são grandes profissionais.
Aprecio o seu lado social.


Bom Ano!!


Beijinho

Jéssica, a antropofágica disse...

Pois é, eu já tinha desconfiado que éramos da mesma cidade, mas sempre esquecia de te perguntar!rs
Claro que topo um encontro, afinal, conhecer a autora desses textos maravilhos será um prazer! Tu és de que bairro?
Espero contato teu pra gente marcar!
;)
Beijos

Andre Martin disse...

Vim aqui retribuir suas visitas (é, eu sei, só agora!! veja minha cara de cachorrinho-molhado-na-chuva...)
Mas, com tantos blogs, qual seu principal? Qual seu preferido?

Adorei o comentário da sua mãe. KKKKK
Mas dizem que se o cachorro não parece com o dono (fisicamente), acaba por adquirir seu temperamento!
Ou seja, de um jeito ou de outro somos de algum modo caras-e-focinhos de outros.

Feliz Natal atrasado! E Feliz Ano Novo adiantado!

Welker disse...

O que todo mundo esquece é que natal é um feriado.

Flávia disse...

PAULINHA, ZINGA, DUUH, NADEZHDA,

Depois me conte se gostaram, tá? Aposto que vão gostar! Beijos, queridos, Feliz Natal de Todos os Dias e Feliz 2009!

ELIANE,

Tenho certeza de que vai gostar! E fiquei muito feliz que tenha voltado por aqui... a você e aos seus, um 2009 lindo, cheio de realizações, de concretizações, de renovações... de vida, de muita vida!

CADINHO ROCO,

Opa, passando pra conhecer o Jota! Feliz 2009, rapaz!

PHILIP,

Muito obrigada pela lembrança, moço - desejo a vc um 2009 fantástico, que seja o melhor ano que você já viveu. Estaremos todos, se Deus quiser, compatilhando muitas coisas boas ao longo desses 365 dias que virão. Nos vemos por lá!

TAINÁ :),

Acredito, rs! Depois volte e me conte se gostou da dica. Quanto à minha profissão, às vezes eu mesma surpreendo... Feliz 2009, flor, tim-tim!

WERNECK,

Hahahaha, de onde você tirou isso, homem?! Feliz 2009 - sem auto-ajuda, rs!

GI,

Ah, menina, eu já fiquei de plantão na virada do ano... foi quase o caos, porque era um plantão de urgência e emergência. Espero que o seu seja mais tranquilo:)
Feliz 2009!

CHARLOTTE,

Querida, te desjo tudo de bom nessa virada de ano... que 2009 venha ao teu encontro cheio de coisas boas... e que vc - como eu - vá ao encontro dele leve, leve. Deixemos para trás os excessos de bagagem. Eu te desejo toda a felicidade que desejo a mim. E, quando retornar, continuará muito, muito bem-vinda. Feliz Ano Novo!

KÁ,

Então, todo mundo me pergunta se sou advogada ou jornalista ou professora, rs... e conte sim, apesar de eu ter certeza de que vai adorar! Feliz 2009!

SIEGER,

Ah, pára!

EVD,

Com certeza sem jeito, rs! Bom fim de ano pra vc também!

RICKY,

Rapaz, desse jeito vou acreditar que esse poema é pra mim ;)
Feliz 2009!

PATI, MILINHA,

Fim de ano me deixa chorona que vocês nem imaginam. E os meus olhos, agora, tão cheinhos de lágrimas, mas é que eu tenho um coração naturalmente mole que amolece mais ainda quando vcs aparecem falando essas coisas - porque vcs, afinal de contas, sabem das minhas histórias, dos meus defeitos, e ainda assim são minhas amigas. Eu amo vcs, muito. E Feliz 2009!

MARCOS,

Rapaz, a Kari tá aí com vc?! Leve um beijo meu a ela! Feliz 2009 aos dois, amem-se muito!

TONY,

Puxa, moço, muito obrigada. Seja bem-vindo por aqui, viu? Será um prazer te receber mais vezes. Feliz 2009!

JÉSSICA,

Assim que passar essa coisa de fim de ano e a cidade estiver de novo no lugar (sim, porque agora está tudo de cabeça para baixo) a gente realiza esse encontro sim! :D

ANDRÉ,

Ah, não se preocupe com isso de tempo não - vc é bem-vindo independente do dia, rs. Feliz 2009 pra vc!

Beijos a todos!

Flávia disse...

WELKER,

Na verdade, todo mundo esquece de tanta coisa, não? ;)

Sam disse...

Olá Flávia, bom, Já faz um tempinho que a leio anonimamente e gosto muito das mensagens. agora que criei um espaço meu, tomei a liberdade de adicionar o seu blog na minha lista, tudo bem moça? Ainda não postei nada, mas dê uma passadinha por lá qqr hora, só pra conhecer, Vc é bem vinda!. Um beijo e bom ano novo.

Flávia disse...

SAM,

e vc é bem-vinda por aqui, querida. Acabei de voltar da sua casinha virtual e estarei por lá sempre sim, pode apostar! Ainda vamos nos ver muito nesse 2009... feliz ano novo pra vc, moça. Beijo!

iara disse...

pra ver o filme vou levar um lençol!
mas prefiro o filme que passou aqui em casa..tupi e nós...um dia eu conto! rs
bj

Ric@rdo disse...

Confesso que não me interessei muito pelo filme quando vi a resenha.
Mas, só porque você disse que é bom, vou assisti-lo.
Você deveria ganhar uma comissão da produtora do filme, hein?! rs rs!

Beijos.

*Lusinha* disse...

Já sabia mais ou menos da história do filme/livro e acrescentado a essas palavras, continuo achando que para entender o amor por um bichinho, só tendo um, mas que ele nos traz muita coisa boa, isso definitivamente.
Bjitos!

Glau Ribeiro disse...

hahaha.

Adorei Flavinha. Já li o livro também e me apaixonei por Marley [porque já tenho pré-disposição pra amar os cães]. Assisto o filme quarta com um bando de mulher que eu amo de paixão. Depois te conto o que achei, mas já adianto que sei que vou gostar um tanto. =D

Saudades imensas de ficar te lendo. Ainda essa semana tiro o atraso. rs.

Feliz 2009, Flavinha. Que ele venha carregaaado de sorrisos, quase transbordando.

Beeeeeeeeijo!

Palavras de um mundo incerto disse...

Obrigada Flavinha, por todo esse carinho para com a gente, viu?
Na verdade, não estou com o Marcos, ele é que está comigo... hehehehehhee
Aproveitando para conhecer as belezas desse Pernambuco lindão...

Feliz 2009 pra tu, viu?
E ei... Eu não sumi em... É só que estou curtindo...

Beijos,
Kari

disse...

Já escrevi no orkut pra você e vim aqui te contar que fiz um post sobre minha impressão também.
Ri um cado com seu update porque agora sou destas (mães). kkk
Beijas!!!

Ju disse...

boa dica!
e como já passou o natal vou desejar um ótimo 2009! legal ver médicas de sensibilidaed como tu!
beijão!
: )

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,